Ângelo participa de anúncio de implantação de sinal 3G de internet no interior de Pernambuco. Rio da Barra será beneficiada.

O deputado estadual Ângelo Ferreira participou ontem (15) da solenidade que marcou o anúncio da parceria entre o governo de Pernambuco e a Telefônica Vivo que levará sinal 3G de internet para 125 vilas, distritos e povoados pernambucanos até a metade de 2014 num investimento de R$ 36 milhões. As estimativas são de que até 500 mil pessoas sejam beneficiadas diretamente com a chegada de infraestrutura de voz e dados.

A parceria implantará de telefonia celular em 125 distritos de 97 municípios de Pernambuco. Diversas vilas e povoados serão beneficiados, entre elas está Rio da Barra, no município de Sertânia.

Também receberão o sinal 3G as localidades de São Vicente (Itapetim), Riacho do Meio (São José do Egito), Jabitacá (Iguaraci), Santa Rita (Tuparetama), Socorro (Alagoinha), Santo Antônio (Pedra), Carneiro e Guanumbi (Buíque), Ibitiranga (Carnaíba), Curral Novo (Águas Belas), São Caetano do Navio (Betânia), Maravilha (Custódia), Conceição das Crioulas e Umãs (Salgueiro) e Jatuíca (Santa Cruz da Baixa Verde).

Até o final deste ano, o compromisso assumido pela empresa, única habilitada na primeira etapa, é atender 16 localidades, em 31.03.14 mais 44 localidades e até 30.06.14 as 65 restantes.

Além do sinal de celular, haverá internet grátis para um determinado ponto que será operado pela prefeitura local ou uma associação ou cooperativa que serão responsáveis  pelo ambiente físico e com a instalação de 10 computadores.

A Vivo poderá abater os valores investidos em infraestrutura do Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS). Desde que seja respeitado o limite de desconto de até 50% do total a ser recolhido no mês. Segundo cálculos da empresa de telefonia, em média, cada torre (ou site, como é conhecido tecnicamente o equipamento) custa R$ 285 mil.

Inicialmente, o Programa Conexão Cidadã havia sido desenhado para levar banda larga fixa e de maior velocidade às áreas mais afastadas do Estado. Entretanto, as empresas apresentaram argumentos técnicos e financeiros que levaram o governo a optar, inicialmente, pela tecnologia 3G.

Um comentário

  1. aqui em umãs-pe foi colocada mas o cara não cosegue usar por causa que o sinal cai, demora uma hora para voltar e quando volta não passa 5 minutos cai denovo… assim é mt foda o cara paga para usar a net e n usa meu.

Scroll To Top