Agricultores de Saloá recebem sementes e kits de caráter produtivo da Secretaria de Agricultura

A agricultura familiar do município de Saloá, no Agreste Meridional, recebeu novo reforço do Governo do Estado, por meio de ações da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). Nesta quinta-feira (07/06), durante evento naquele município, os homens e as mulheres do campo foram contemplados com a distribuição de equipamentos que vão estruturar a produção de alimentos e forragem animal, os chamados kits de caráter produtivo. Na ocasião, o governador Paulo Câmara e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, entregaram simbolicamente alguns dos equipamentos aos agricultores da região, na presença de autoridades estaduais e municipais.
Em Saloá, serão no total 125 kits de caráter produtivo, compostos por forrageiras ou roçadeiras, ao custo de R$ 217.101,25. Esses equipamentos fazem parte de um total de 15.500 kits que estão sendo destinados em 2018 para 87 municípios pernambucanos. Cada kit de produção de forragem animal contém, a escolher: Kit Roçadeira (uma roçadeira semi-florestal com 3 itens acessórios, de corte de arbustos, capineira e roço; uma bota e um óculos de proteção) ou Kit Forrageira (uma forrageira com cabo de extensão elétrico de 10 metros).
No evento, houve ainda o anúncio de que já estão sendo distribuídos pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), vinculado à Secretaria de Agricultura, 4,8 mil quilos de sementes de milho, além de 800 quilos de sorgo. Até o momento foram beneficiadas 610 famílias com a entrega de sementes neste município. Estima-se ampliar esse número para mais 490 famílias, totalizando 1.100 famílias beneficiadas com a distribuição de sementes selecionadas.
“Gostaria de fazer publicamente um reconhecimento ao governador Paulo Câmara por todo o apoio que tem prestado aos agricultores familiares no Estado, por meio de ações de nossa pasta, a exemplo das entregas dos kits de caráter produtivo e de sementes. Juntamente com as obras hídricas executadas pela SARA, como barragens, sistemas simplificados de abastecimento e cisternas, essas ações contribuem de maneira significativa para auxiliar na convivência da população da zona rural com o semiárido, melhorando a produção e a qualidade de vida”, discursou o secretário Wellington Batista.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top