3ª Feira Literária do Sertão (Felis) propõe debate sobre riscos à preservação da memória

Evento que abre o Circuito Cultura de Pernambuco 2019 acontecerá entre os dias 24 e 27 de outubro em Arcoverde

Terra de cantadores e de poetas, o município de Arcoverde sediará entre os dias 24 e 27 de outubro a terceira edição da Feira Literária do Sertão (Felis), uma co-realização da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e do Coletivo Cultural de Arcoverde (Cocar). O evento é o primeiro a ser realizado dentro do Circuito Cultural de Pernambuco, que reúne ações da Cepe, Secretaria de Cultura de Pernambuco e Fundarpe nas diversas linguagens artísticas. Serão mais de 40 horas e quase 60 atividades dentro de uma programação totalmente gratuita, que abrirá espaço para lançamentos de livros de autores locais e convidados, palestras, rodas de conversas, debates, apresentações musicais, oficinas, teatro, dança e gastronomia.

A programação da 3ª Felis foi apresentada nesta quarta-feira (16), em coletiva de imprensa que aconteceu no auditório da Secretaria de Educação de Arcoverde e que contou com a participação do superintendente de Marketing e Vendas da Cepe, Tarcísio Pereira; do diretor do Cocar, Kleber Araújo; do vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo e da secretária de Educação do município, Zulmira Cavalcanti.

Com o tema Literatura, Preservação e Memória, a Felis aportará na Praça Winston Siqueira – principal espaço de lazer da cidade -, ocupando também outros espaços, como a feira livre, que receberá intervenções com a participação de poetas do município, Pesqueira e Alagoinha. “O atual momento político do Brasil e do mundo reflete uma tendência ao revisionismo da história e a literatura pode ser um grande antídoto à tentativa de se apagar o passado. Há também uma discussão local que a Felis propõem uma reflexão geral: estamos cuidando da nossa memória patrimonial?”, destacou Kleber Araújo.

Neste sentido, a Feira Literária do Sertão pretende reunir secretários de Educação, universidades e gestores do Sertão do Moxotó para debater sobre políticas públicas alinhadas à produção literária, estímulo à leitura e fomento às bibliotecas enquanto espaços de preservação do saber coletivo. Nesta terceira edição, o Arquivo Público de Pernambuco se incorpora à feira para levar documentos e registros históricos fundamentais para a região, estimulando ainda um debate em torno da memória e literatura. Na construção desse diálogo, está prevista a participação efetiva das cidades da região, bem como de outros municípios sertanejos, como São José do Egito, Pedra, Buíque.

Convidados – Miró da Muribeca, considerado um dos mais inventivos poetas contemporâneos do Brasil, recentemente homenageado pela 14ª edição da Balada Literária (Biblioteca Mario de Andrade/SP); Marileide Alves, autora do livro Povo Xambá resiste – 80 anos de repressão aos terreiros em Pernambuco, finalista do Prêmio Jabuti, a escritora Ezter Liu (primeira mulher a receber o título máximo do Prêmio Pernambuco de Literatura), o Coco Trupé de Arcoverde estão entre as atrações da programação.

A 3ª Felis ainda acolherá debates importantes, como a oralidade e a preservação da cultura levando os rappers Zé Brown, Nix La Marge, MC Laranjão, entre outros convidados. “A Felis é um evento que a Cepe resolveu abraçar porque temos uma preocupação que vai além do livro. Queremos estimular e dar espaço a todos que criam”, disse Tarcísio Pereira.

SERVIÇO

3ª Feira Literária do Sertão

Tema: Literatura – Preservação & memória

Local: na Praça Winston Siqueira, em Arcoverde

Período: de 24 a 27 de outubro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top