Pela 1ª vez, uma mulher assume a chefia da Polícia Federal em Pernambuco

A delegada federal Carla Patrícia Cintra Barros da Cunha foi nomeada, nesta quinta-feira (21), como a nova superintendente da Polícia Federal em Pernambuco. Ela substitui o também delegado federal Carlos Henrique de Sousa, transferido para o Rio de Janeiro. A delegada é a primeira mulher a assumir o mais alto posto da PF em Pernambuco.

Até o início deste mês, Carla Patrícia comandava a Corregedoria-Geral da Secretaria de Defesa Social. Cargo que ocupava desde julho de 2017. Era um dos braços direitos do secretário Antônio de Pádua.

Mas antes mesmo de fazer parte do alto escalão da SDS, a delegada federal foi chefe da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal. Carla Patrícia atuou em várias investigações que resultaram em operações em Pernambuco. A mais polêmica foi relação ao terreno do Cais José Estelita, leiloado há 11 anos – mas ainda cercado de polêmica e processos na Justiça Federal.

Em setembro de 2015, a Polícia Federal concluiu as investigações e afirmou que o leilão do terreno do Estelita foi subfaturado em R$ 10 milhões. O inquérito ainda apontou que houve desrespeito a todos os prazos legais previstos na Lei 8.666/93, conhecida como a Lei das Licitações. O leilão, que teve um único concorrente, deu vitória ao Consórcio Novo Recife.

Na época, em coletiva à imprensa, as delegadas federais Carla Patrícia e Andrea Pinho afirmaram que os indícios de fraude eram gritantes e foram incorporados ao processo do começo ao fim do leilão.

Carla Patrícia Cintra (à direita) atuou, nos últimos dois anos, como corregedora-geral da SDS

Informaões: JCOnline

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top