Prefeito de Sertânia Ângelo Ferreira solicita abastecimento d’água para zona rural e requalificação de estradas

O prefeito de Sertânia Ângelo Ferreira visitou na última semana a capital pernambucana para pleitear melhorias para o município. O gestor se reuniu com a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista e com a presidente da Compesa, Manuela Coutinho. O objetivo foi solicitar abastecimento de água para algumas comunidades rurais de Sertânia e pedir intervenções em estradas que cortam a cidade.

Na terça-feira (19) na Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Ângelo esteve com a responsável pela pasta, Fernandha Batista e entregou o projeto para asfaltamento de ruas em Sertânia. O chefe do executivo sertaniense aproveitou a oportunidade para tratar sobre a requalificação das rodovias PE 265 e PE 275, importantes estradas que cortam o município.

A Secretária disse estar trabalhando para assinar o convênio de asfaltamento de ruas ainda em 2019 e informou que a PE 265 recebeu trabalho de conservação e passará por um serviço de recapeamento de Cruzeiro do Nordeste à Sertânia. Serão priorizados os trechos mais críticos, uma extensão de 8 km.  A proposta é facilitar o ir e vir de quem trafega naquela estrada.

Já na quarta-feira (20), o prefeito Ângelo Ferreira foi até a sede da Companhia Pernambucana de Saneamento para conversar com a Presidente do órgão, a senhora Manuela Coutinho. O gestor esteve acompanhado de líderes comunitários de Cruzeiro do Nordeste, Assentamento Bom Jesus, Riacho Seco e sítio Pinheiro.

No encontro, Ângelo apresentou dois ofícios que solicitam, por parte da Compesa, abastecimento de água em algumas comunidades rurais de Sertânia. Um dos pedidos diz respeito à agilização na formalização do convênio para o abastecimento d’água nos sítios: Pinheiro de Baixo e de Cima, e do Assentamento Bom Jesus no sítio Riacho Seco.

A presidente da Compesa afirmou que irá trabalhar para assinar o convênio, que será de quase R$ 300 mil, com contrapartida de 50% do município de Sertânia. Outro pleito apresentado diz respeito a levar água da Compesa, a partir da Adutora do Jatobá, para os povoados de Henrique Dias e Maniçoba.

Essa ação beneficiaria, ainda, as diversas comunidades rurais que estão no caminho da adutora, (trecho entre Cruzeiro do Nordeste e Sertânia), como: Sanharó, Fazendinha, Coqueiro, Piutá, Cacimba de Cima, Quixabeira, Recanto Verde, Riacho Verde, Macambira, Bom Nome, Soares de Baixo, Feliciano, Dois Serrotes, Assentamento Sete Voltas e Caroá de Cima e de Baixo. A medida também contemplaria São João, Patos, Cágado e Sitio do Meio, no povoado de Moderna.

Outro pedido do Prefeito foi a elaboração de projeto, pela Compesa, para o abastecimento d’água da Vila de Albuquerque Né a partir da adutora do Pajeú, quando essa adutora for colocada em funcionamento. Tratou também, junto com o vereador Cândido Rocha, de convênio sobre melhoria do abastecimento d’água de Algodões.

Manuela Coutinho disse que a Compesa já está estudando o caso para tentar atender essas demandas do município de Sertânia. A ideia é permitir que essas famílias tenham acesso a água tratada. O intuito é atender e melhorar a qualidade de vida de aproximadamente seis mil pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top