Rede estadual de Pernambuco terá ensino integral em mais 25 escolas

Hoje, o Estado conta com 412 escolas em tempo integral / Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem

Serão 14 integrais do Ensino Médio, incluindo uma Escola Técnica Estadual (ETE), nove integrais com dois turnos (Fundamental e Médio) e duas integrais com dois turnos (Ensino Médio)

rede estadual de Pernambuco terá ensino integral em mais 25 escolas. A ampliação para o ano letivo de 2020 será anunciada pelo governador Paulo Câmara (PSB) na manhã desta terça-feira (3). Serão 14 integrais do Ensino Médio – incluindo uma Escola Técnica Estadual – nove integrais com dois turnos (Ensinos Fundamental e Médio) e duas integrais com dois turnos (Ensino Médio).

Hoje, o Estado conta com 412 escolas em tempo integral, a maior rede do País, sendo 368 Escolas de Referência em Ensino Médio (EREM) e 44 Escolas Técnicas Estaduais (ETE), que atendem mais de 198 mil estudantes. 

Programa de educação integral

O programa de educação integral foi criado pelo governo Eduardo Campos, há 11 anos, e virou política pública em 2009, com a promulgação da Lei Nº 13.968/2009. Atualmente, 57% das vagas ofertadas no Ensino Médio no Estado já são em escolas dessa modalidade, antecipando e superando, segundo o governo do Estado, a meta do Plano Nacional de Educação para 2024.

O tempo escolar nas escolas de referência é organizado da seguinte forma:

Integral – Carga horária de 45 horas aulas semanais: é uma escola funcionando com professores e estudantes, em tempo integral, durante cinco dias.

Semi-integral – Carga horária de 35 horas aulas semanais: É uma escola funcionando com professores trabalhando cinco manhãs e três tardes ou cinco tardes e três manhãs, e os estudantes, cinco manhãs e duas tardes ou cinco tardes e duas manhãs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top