Universidades de Pernambuco confirmam suspensão de aulas apartir de segunda (16)

Universidades e institutos de Pernambuco que fazem parte do Consórcio Pernambuco Universitas decidiram paralisar as atividades curriculares a partir desta segunda-feira (16). A decisão foi tomada em reunião realizada na tarde deste domingo (15), na reitoria da Universidade de Pernambuco, como forma de prevenção para evitar o contágio do novo coronavírus (Covid-19). A suspensão vale para todos os campi, e deve perdurar até o dia 31 de março.

Entre as instituições, estão a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a Universidade de Pernambuco (UPE), a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasp), a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), a Universidade Federal do Agreste (Ufape) e o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

A presidente do Consórcio e reitora da UFRPE, Maria José de Sena, explica que veredito é um esforço conjunto e uma contribuição das universidades e institutos em favor da vida dos pernambucos. “Todos nós temos obrigação de dar nosso apoio e sim, tirar as pessoas de circulação, para que tenha o mínimo de casos possíveis, e para que o Estado possa atender aqueles que vão precisar de internamento”, defendeu.

Questões administrativas serão decididas internamente, por cada instituição. O mesmo vale para reposição das aulas, e se os dias de paralisação vão ser descontados do período de férias.

Das unidades presentes, apenas o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão) não apresentou veredito sobre a suspensão. Representantes da instituição afirmaram que ainda haverá reunião nesta quarta-feira (18) para decidir sobre a continuidade ou paralisação das aulas.

Além dos reitores das instituições, também estiveram presentes na reunião, para dar contribuições e opiniões sobre os efeitos do coronavírus, o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, Ricarda Samara da Silva, secretária Executiva de Gestão do Trabalho, Educação e Saúde de Pernambuco, e Demetrius Montenegro, médico infectologista e chefe do setor de Infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top