Coronavírus: 11 municípios pernambucanos já notificaram casos

Os casos em investigação do novo coronavírus, no Estado, extrapolam a Região Metropolitana do Recife. Já há notificações em municípios da Zona da Mata Sul (Barreiros), do Agreste (Belo Jardim e Passira) e do Sertão (Jabotá). Cada uma dessas cidades têm um registro suspeito de Covid-19, nome da doença causada pelo novo agente infeccioso.

Ao todo, o Estado tem oito confirmações, 61 casos em investigação, mais 11 prováveis (pessoas que apresentaram sintomas após ter contato próximo ou domiciliar com um caso confirmado) e 47 descartes. Com isso, totalizam 127 notificações de 25 de fevereiro até o momento.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou, neste domingo (15), que os exames da mulher de 47 anos que teve contato com os dois primeiros casos confirmados da doença no Estado positivaram para um velho tipo de coronavírus, já anteriormente conhecido e que causa síndromes respiratórias leves e moderadas. “Mas ela vai repetir os testes daqui a sete dias”, informou a secretária-executiva de Vigilância em Saúde da SES, Luciana Albuquerque, durante a apresentação no Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife, sobre a atualização dos casos em Pernambuco. Também foi descartado o segundo caso suspeito, que corresponde a uma passageira de um navio de cruzeiro que está atracado no Porto do Recife.

Oitava confirmação

O oitavo caso confirmado, em Pernambuco, é de uma mulher de 58 anos, com histórico de viagem para países na Europa que têm transmissão local da doença. A paciente, notificada no último dia 12, foi atendida em unidade privada do Recife e está atualmente em isolamento domiciliar, sendo monitorada por equipes da Vigilância Epidemiológica do município em articulação com o Estado.

A mulher de 97 anos que também positivou para Covid-19 e teve contato com os dois primeiros casos do novo coronavírus no Estado, está internada em hospital particular. O caso da idosa caracteriza transmissão local do vírus. Vale ressaltar que, por enquanto, não foi identificada transmissão comunitária em Pernambuco – ou seja, as autoridades de saúde não detectaram o coronavírus em circulação no Estado sem conhecimento da sua origem.

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, garantiu que o Estado tem estrutura para testar todos os casos suspeitos. “Não vão faltar exames”, afirmou. Na semana passada, o Ministério da Saúde enviou para o Lacen-PE dez kits para diagnóstico do novo coronavírus. Cada um deles tem capacidade para analisar 24 amostras diferentes. “Certamente não usados nem cem”, acrescentou Longo.

Ainda segundo o secretário, o Estado está discutindo outras questões relacionadas ao vírus, como a falta de álcool em gel no comércio e a ampliação de abastecimento de água nos lugares onde foram reportados casos. Ele acrescentou ainda que o governo está em diálogo com o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para elaborar um plano de evacuação do navio que teve passageiro detectado com Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top