Há 18 anos Cruzeiro do Nordeste entrava para a história do cinema com o filme Central do Brasil

Uma gente de sotaque chiado disparava flashes por um lugar ermo do mapa brasileiro. O endereço é a encruzilhada da BR-232 com a PE-265, quase parada obrigatória dos forasteiros, mais conhecida como Cruzeiro do Nordeste – vilarejo nos arredores de Sertânia, município a cerca de 300 quilômetros do Recife. Ali, o roteiro de Central do Brasil, pensado pelo diretor Walter Salles, encontrou-se com as casinhas estreitas e abençoadas pelas mãos da estátua de “Padim” Padre Cícero.

“Cruzeiro do Nordeste foi escolhida depois de percorrermos cerca de 10 mil quilômetros entre Bahia, Ceará e Pernambuco. Nos encantamos pela cidade, a geografia, as casinhas e a gente”, diz, hoje, a produtora da película, Elisa Tolomelli. No final de janeiro de 1997, aquele pedaço de Pernambuco iria se “travestir” de Bom Jesus do Norte, nome fictício de um dos longas brasileiros com maior projeção internacional – e o único do país a ser indicado ao Oscar em duas categorias fortes: melhor filme estrangeiro e melhor atriz.

O jornalista Vinícius de Brito (Neto do sertaniense Paulo Brito) do Diário de Pernambuco fez uma matéria especial sobre os 18 anos de filmagem em Cruzeiro do Nordeste.

CLIQUE A AQUI E CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA.


Algodões: população sofre com abandono do governo municipal

Os moradores do povoado de Algodões reclamam do abandono que o lugar vem sofrendo por parte da prefeitura do município de Sertânia. Segundo informações da população, a ausência de ações da prefeitura esta gerando inúmeros transportarmos para os que moram naquela localidade. Em um curto passeio pelo lugar já dá pra confirmar o que denunciam os moradores.

Sem manutenção, os bancos da praça estão soltos e o local há muito tempo não recebe uma manutenção. Não há coleta, e o lixo esta tomando de conta do posto dos Correios.

O abandono também chega ao anexo da Escola Municipal Laura Chaves. As telhas estão caindo e o murro da unidade escolar desmoronou. Na quadra esportiva, além do visível abandono, as traves de metal foram substituídas por varas de madeira.

Na zona rural da região de Algodões, como em outras tantas localidades do município, os poços prometidos pelo prefeito Guga Lins durante a campanha eleitoral não foram perfurados, e, segundo moradores, a situação fica mais delicada porque não há abastecimento de água através e carros-pipa.

Na saúde, a situação não é diferente, os moradores afirmam que o posto está sem serventia, já que faltam medicamentos e médicos para atendimento a população; e dejetos de um esgoto estourado correm a céu aberto, piorando, ainda mais, a triste realidade dos que moram em Algodões.


Minitransposição para garantir o abastecimento do Agreste

Com a situação climática longe de ser revertida, a região do Agreste é uma das mais afetadas pela falta de chuva. Sem previsões no curto prazo, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e o Governo de Pernambuco vão pleitear R$ 25 milhões de recursos federais para construção de um canal de transposição com intuito de socorrer os municípios, que sofrem com o racionamento, e preservar a barragem de Jucazinho, uma das mais afetadas pela estiagem. Atualmente, ela é responsável por alimentar 14 municípios e está com 13,6% da sua capacidade.

De acordo com o diretor Regional do Interior da Compesa, Leonardo Selva, a ideia do projeto é que a água seja transportada do Carmevô, rio perene localizado entre Bonito e Palmares, para Barragem do Prata, situada entre Bonito e Agrestina. “Cerca de 500 litros por segundo de água serão levados através de uma adutora (a ser construída) para o Prata, aumentando a vazão de regularização”, explicou Selva. De lá, a água seguirá, por meio de um canal já existente, para Caruaru, quando outras cidades, co­mo Bezerros, São Caetano e Santa Cruz do Capibaribe, poderão também receber o líquido. Todas elas estão em rodízio de água.

Hoje em dia, a barragem do Prata já encaminha a mesma quantidade, mas, quando – e se entrar em operação -, a ideia é abastecer Caruaru, e demais municípios, em mil litros por segundo de água, ao todo. “Vamos mandar a água para cidades vizinhas através de plataformas já implantadas, como por sistemas de interligações”, justificou o diretor.

Para isso se concretizar, uma comitiva, com o presidente da Compesa, Roberto Tavares, e com o secretário de Desenvolvimento Econômico (Sdec), Thiago Norões, segue para o Ministério da Integração Nacional amanhã. Na ocasião, os representantes vão apresentar uma nota técnica e pedir o repasse “emergencial”. O valor será usado para construção da adutora e duas estações elevatórias. Projetada para ser feita em tipo “tubulação de engate rápido”, a obra terá extensão de 30 quilômetros (km), podendo ser concluída em três meses.

Segundo Selva, se nada for feito, ou seja, se deixar Jucazinho na mesma situação de ho­­­­je, com a retirada de 1,2 mil litros de água por segundo, a reserva disponível só durará até outubro deste ano. Se o Gover­­­no Federal concordar, dando a possibilidade de preservar a barragem, o volume existente poderá chegar até o ano que vem e o atendimento aos demais 13 municípios terá um alcance mais linear e eficien­­­­­te. Jucazinho, atualmente, é responsável por abastecer Caruaru com 800 litros por segundo.

Essa é uma solução, na opinião do diretor, enquanto a Adutora do Agreste não chega. Prevista para 2017, essa obra é a solução para 68 municípios da região. Questionado se a empreitada seria um gasto duplo, Selva respondeu que como trata-se de uma adutora de engate rápido, os tubos poderão ser comprados e recolhidos quando não estiveram em uso, de modo que o investimento seja reaproveitado em caso de novo evento de emergência. O Ceará e o Rio Grande do Norte já usam esse tipo de tecnologia.

Previsões desanimam

As previsões climáticas não dão trégua para a Região do Agreste. De acordo com a meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), Edivânia Santos, o prognóstico de chuvas para os meses de março, abril, maio e junho estão abaixo da média, quando deve chover o equivalente a 388 milímetros (mm). O motivo? “Estamos em uma evolução do El Niño. Essa fase inibe a precipitação na região semiárida, fazendo com que a chuva não chegue com boa qualidade no local”, observou.

Em função dessa estiagem prolongada, há setores produtivos que ainda sofrem na região, como é o caso dos pecuaristas. De acordo com Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), em novembro de 2011, havia 2,5 milhões de gados de leite no Estado. Dois anos depois, esse quantitativo caiu para 1,8 milhão e, praticamente, se manteve até hoje.

Na Região Metropolitana do Recife (RMR), no entanto, a perspectiva de precipitações é boa. Nos meses de abril, maio, junho e julho, a esperança é de que chova em média 890 mm. “O panorama é diferente porque acaba chovendo nos locais mais próximos do oceano. Os regimes em questão são bem diferentes, sobretudo, por conta do relevo”, detalhou a meteorologista. Por aqui, a fase úmida, quando se espera que chova nas barragens, começa em abril e termina em julho.


Aprovados no Sisu serão conhecidos nesta 2ª feira

Centro de Ciências da Sapude é um dos prédios da UFPE onde os feras aprovados em medicina vão estudar. Foto: Passarinho / Ascom UFPE

A semana começa com expectativa para os candidatos que se inscreveram no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação. Os 205.514 aprovados serão conhecidos nesta segunda-feira. O MEC não informou o horário que o resultado será liberado, mas adiantou que deve ser no período da manhã.

Para saber se foi aprovado, o participante deve informar a senha e o número de inscrição no Enem. Em Pernambuco são oferecidas 11.525 vagas no Sisu, distribuídas na UFPE, UFRPE, Univasf, IFPE e IF do Sertão.

Aqueles que não conquistarem vaga poderão se inscrever na lista de espera, que servirá para as instituições fazerem os remanejamentos. O período para cadastramento será de segunda-feira até 6 de fevereiro.

Vale lembrar que o estudante só pode efetuar a inscrição no curso que colocou como primeira opção no sistema. Caso ele tenha sido aprovado na graduação que assinalou como segunda opção, mas queira concorrer à primeira opção, deverá se inscrever.

Segundo cronograma, a partir de 11 de fevereiro caberá às instituições divulgarem a lista de candidatos aptos a concorrem às vagas ociosas. Cada universidade definirá em qual data essa relação de estudantes será liberada.

Na UFPE, conforme edital disponível na página www.ufpe.br, a convocação sairá dia 20 de fevereiro. Na UFRPE, a previsão é de que seja apresentada mais cedo, no dia 11 ou 12 de fevereiro.

“Vamos convocar uma quantidade de candidatos de três a cinco vezes maior que o número de vagas disponíveis para mostrarem documentação e confirmarem que querem participar do remanejamento. A ideia é ter um cadastro reserva. Chamaremos os novos classificados à medida que as vagas surgirem”, explica a pró-reitora acadêmica da UFPE, Ana Cabral. O primeiro remanejamento será em 3 de março.

Na UFRPE, de acordo com a diretora de Registro e Controle Acadêmico, Ana Cristina Lemos, o calendário ainda não foi fechado, o que deve acontecer na próxima semana.

“Assim que o MEC nos liberar a lista de espera, dia 11, pretendemos soltar a relação dos inscritos e dos classificados (remanejados). As matrículas deverão ser logo após o Carnaval”, destaca Ana Cristina.


Receita libera esta semana consulta a lote do IR retido na malha fina

 / Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A consulta ao primeiro lote residual de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2014 liberadas da malha fina será divulgado esta semana, conforme informações da Receita Federal. Os valores, normalmente pagos a cada dia 15, desta vez serão liberados até o fim de janeiro. O montante do lote depende das disponibilidades do Tesouro Nacional, que corrige o dinheiro pela taxa básica de juros (Selic).

Anualmente, a Receita libera sete lotes regulares de restituições – o primeiro em junho e o último em dezembro. Nos meses seguintes, à medida que as declarações retidas em malha são corrigidas pelos contribuintes, são liberados lotes residuais, normalmente a partir de janeiro.

Em dezembro, a Receita Federal informou que 937.939 declarações estavam retidas em malha. São 740.760 com imposto a restituir, 174.301, com imposto a pagar e 22.878 sem imposto a pagar ou a restituir.

Os contribuintes nesta situação devem acessar o extrato da declaração para identificar os motivos que o levaram à malha fina e fazer as devidas correções para ter a situação resolvida. O documento fica disponível no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

De acordo com o Fisco, o maior motivo de retenção em malha foi omissão de rendimentos, presente em 52% dos casos. Em segundo lugar, aparecem despesas médicas, respondendo por 20% das retenções. Depois, com 10%, a ausência de Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf), que ocorre quando a pessoa física declara um valor, mas o patrão não apresenta a declaração ou faltam informações no documento.

Pelas normas da Receita, a restituição fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate neste prazo, deverá requerer a restituição pela internet, usando formulário eletrônico  Pedido de Pagamento de Restituição ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Dirpf.

A consulta aos lotes de restituição é disponibilizada na página da Receita na internet. No endereço é possível, inclusive, consultar lotes de anos anteriores. A consulta pode ser feita também por meio de tablets e smartphones, com os sistemas iOS (Apple) ou Android.


Ângelo participa da Festa de São Sebastião em Brejinho

O deputado estadual Ângelo Ferreira, acompanhado do deputado federal Gonzaga Patriota, participou na noite desta sexta-feira (23) da abertura oficial da Festa de São Sebastião padroeiro da cidade de Brejinho.

O parlamentar foi recebido pelo prefeito José Wanderley que agradeceu o apoio conseguido por Ângelo através da EMPETUR, na programação festiva atrações como Os Nonatos, Delmiro Barros, Cavalo de Aço, Gabriel Diniz entre outros grandes artistas. As comemorações vão até este domingo (24).


Se não economizar, vai ter racionamento

Embora o risco de racionamento na região Nordeste seja menor do que no Sudeste – 46% conta 58%, respectivamente –, a necessidade de economizar água e energia é a mesma para todo País. Não apenas porque todas as regiões se abastecem das mesmas fontes de energia, mas também porque as perspectivas não são boas para a geração das hidrelétricas, principais fornecedoras.

Análise da consultoria PSR Energia sobre o cenário energético e dos dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) apontam que o risco de racionamento é menor no Nordeste principalmente devido à menor restrição de uso das águas do Rio São Francisco.

No entanto, o baixo nível dos reservatórios e a escassez de chuvas são igualmente preocupantes. Como publicado pelo JC recentemente, as reservas hídricas de todas as áreas de Pernambuco este mês estão abaixo do que havia em janeiro de 2014. Além disso, nove municípios já estão com seus reservatórios em colapso: secaram totalmente ou estão com níveis muito baixos.

De acordo com estimativas da consultoria Excelência Energética, tudo indica que o nível de chuvas deste mês será o pior para um janeiro desde 1931. E se o período chuvoso que se encerra em março continuar assim, a escassez dos reservatórios vai penalizar todos os brasileiros. Isso ocorre porque o sistema elétrico brasileiro é interligado, o que permite que uma região consuma o que foi produzida em outra.

Ainda segundo a Excelência, é necessário que a partir do próximo mês chova, no mínimo, 80% da média prevista, para que 2015 se encerre com os níveis mínimos para recuperação hídrica e consequente afastamento do risco de déficit de abastecimento. “A situação de risco que se tem hoje é parecida com a que se teve em 2001, quando tivemos o racionamento de energia elétrica”, comenta analista da Excelência, Josué Ferreira. Ele pondera que a comparação é delicada porque a situação do País era outra. Mas, se por um lado o mercado consumidor era bem menor, por outro hoje temos mais termelétricas, que estão em operação ou em manutenção.

E AGORA? – Josué Ferreira explica que determinar um racionamento é uma decisão política, que gera desgaste ao governo. E isso seria mais um motivo para não esperar a determinação oficial para começar a economizar. “A primeira medida, sem dúvida, é reconhecer a gravidade do problema”, complementa a diretora da PSR, Priscila Lino. A orientação dos especialistas é que a sociedade, cidadãos e empresas, se engajem seriamente na redução do consumo de água e energia.


Isoltech no Brasil abre sua primeira fábrica em Arcoverde

Vai ser implantada brevemente em Arcoverde a primeira fábrica da Isoltech no Brasil. A empresa trabalha com tecnologia italiana para a produção de blocos de cimento expandido. A prefeita Madalena Britto assinou a carta de anuência nesta sexta-feira, dia 23 de janeiro, em seu gabinete.

“Como gestora, nós nos sentimos privilegiados por vocês terem escolhido o nosso município para se instalar”, disse a prefeita aos sócios da empresa, Emerson Pinto, Sávio Macêdo e Saulo Eduardo de Siqueira Mendonça, durante o evento.

De acordo com Saulo, a escolha pela cidade, se deve a sua privilegiada localização geográfica que é bem estratégica no interior de Pernambuco. “Para se ter uma ideia, o frete de Arcoverde para São Paulo é mais barato do que o de Recife para São Paulo”, disse, ressaltando ainda, as vantagens dos incentivos fiscais do Governo do Estado. “Esta vai ser uma fábrica de referência no Brasil”.

O investimento inicial da fábrica é no valor de R$ 5 milhões. O empreendimento vai gerar 50 empregos diretos e mais de 60 indiretos.

 


Procon-Sertânia orienta pais sobre lista e compra de material escolar

O mês de janeiro é, geralmente, de sufoco para muitos pais que estão com os filhos em idade escolar. Para ajudá-los, o Procon-Sertânia está orientando sobre os itens que podem e não podem ser exigidos nas listas de materiais escolares e os cuidados na compra.

A lista de material escolar deve ser disponibilizada aos pais com antecedência. “As escolas têm obrigação de fornecer a lista de material para que os pais ou responsáveis possam pesquisar preços e escolher fornecedores de sua preferência”, informa Coordenador do Procon-Sertânia, José Carlos, conhecido como Amaral.

De acordo com a lei nº 12.886/2013, “será nula a cláusula contratual que obrigue o contratante ao pagamento adicional ou ao fornecimento de qualquer material escolar de uso coletivo dos estudantes ou da instituição de ensino”.

É extremamente proibido solicitar itens de uso coletivo, como resma de papel ofício, pincéis e canetas para quadro branco, fitas adesivas, TNT, balão, taxa de reprografia, copo descartável, envelopes, material de higiene (salvo quando este é de uso exclusivo do aluno), material de limpeza, mídias de modo em geral (CDs, DVD’s, pen drives, tablets), além de material administrativo (cartucho de tinta para impressora, clipes, grampos, dentre outros).

Segundo o Procon-Sertânia, é vedada a imposição de que o material seja adquirido numa única loja ou que seja comprado na própria escola. Este tipo de procedimento configura venda casada, de acordo com o art. 39, I da Lei 8.078/1990, conhecida como Código de Defesa do Consumidor (CDC). A exceção a essa regra são os artigos que não são vendidos no comércio, como é o caso de apostilas pedagógicas, atentando para o fato de que, neste caso, não podem ser cobradas taxas para essa finalidade.

O item normalmente comercializado nas escolas é a agenda escolar. Esta deve ser uma opção de compra e não obrigatoriedade, pois caso o responsável queira, ele poderá adquirir outra que não seja da escola.

Observe algumas dicas importantes na compra do material escolar:

- Antes da compra é recomendável fazer um balanço do material que restou do período anterior para verificar a possibilidade de reaproveitamento.

- Nem sempre o material mais sofisticado é o de melhor qualidade ou o mais adequado. Evite comprar materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque geralmente os preços são mais elevados. A publicidade exerce grande influência sobre crianças e adolescentes;

- Na hora da aquisição vale fazer uma pesquisa de preços. Se a compra for a prazo, verifique a taxa de juros. Se for à vista peça desconto e nas promoções, verifique a veracidade da oferta.

- Algumas lojas concedem descontos para compras em grandes quantidades, portanto, sempre que possível, reúna um grupo de consumidores e discuta sobre essa possibilidade com os estabelecimentos;

- Quando o pagamento for realizado com cheques pré-datados, essa modalidade de pagamento deve ser especificada na nota fiscal, pois esta é uma forma do consumidor garantir o depósito na data prometida pela loja.

- Em caso de defeito em cadernos, canetas, livros, mochilas e outras mercadorias, o Código de Defesa do Consumidor garante os direitos do consumidor, mesmo quando o produto é importado. O prazo para reclamar defeitos em produtos não duráveis é de 30 dias após a aquisição e para os produtos duráveis é de 90 dias.

- Na aquisição de colas, tintas, pincéis atômicos, fitas adesivas e materiais semelhantes, o consumidor deve observar se as embalagens contêm as informações básicas, em língua portuguesa, a respeito do fabricante, importador, composição, peso, prazo de validade e se apresentam algum perigo ao consumidor.

- A nota fiscal deve ser sempre exigida, pois é documento indispensável para o caso da ocorrência de problemas com as mercadorias.

O Procon-Sertânia fica localizado na Rua Doutor Raul Torres Lafayette, 18, Centro. O órgão atende das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira. O telefone é o (87) 3841-1489.


Trânsito de Monteiro passa por inspeção e é avaliado como melhor da Paraíba

Trânsito de Monteiro passa por inspeção e é avaliado como melhor da ParaíbaAs ruas largas de Monteiro bem que facilitaram, mas foi a sinalização, postura dos agentes de trânsito e estrutura da Autarquia Municipal de Trânsito que conferiram a maior cidade do Cariri da Paraíba, a melhor nota do Contran numa recente avaliação sobre a qualidade e fluidez do trânsito nas cidades que municipalizaram o setor no Estado. O trânsito de Monteiro recebeu nota 9,5 do Conselho Estadual de Trânsito e Transportes (Contran) contra 6 dos demais municípios inspecionados.

A visita técnica do órgão no município ocorreu no último mês de dezembro e após uma análise criteriosa, o Contran emitiu a nota avaliativa da estrutura municipal do trânsito em cidades que estão em processo de municipalização do setor. Com a nota e inspeção dos técnicos, Monteiro está pronta para receber do Secretário de Segurança Pública do Estado, Cláudio Lima, o certificado que incluirá o município no Sistema Nacional de Trânsito.

A superintendente da MONTRAN (Autarquia municipal de Trânsito e Transportes de Monteiro), Beatrice Moreira, explicou que desde que assumiu a Prefeitura, a prefeita Edna Henrique chamou para si a responsabilidade de organizar o trânsito no município, que até então era apelidado de “trânsito da Índia”, numa clara referência a desorganização e perigo a que estavam sujeitos pedestres e condutores.

“Tínhamos cruzamentos bastante movimentados, em que populares, motoristas e motoqueiros agiam sem ordem e colocavam constantemente suas vidas em risco. Mesmo não sendo uma responsabilidade diretamente sua, a prefeita Edna preferiu fazer diferente de outros gestores que passaram pela Prefeitura de Monteiro e foram contra a municipalização. Destemidamente a prefeita determinou que fosse feito um estudo para municipalização do trânsito que culminou com as mudanças que hoje vemos em nossa cidade”, salientou a auxiliar.

Os técnicos do Contran, um advogado e um conselheiro do órgão, afirmaram que a população de Monteiro podia se orgulhar da organização de seu trânsito e da estrutura oferecida pelo município para garantir a segurança e fluidez das vias públicas da cidade.

A Prefeitura de Monteiro abriu uma sede para a Superintendência Municipal de Trânsito e adquiriu duas viaturas para a instituição. A prefeita Edna Henrique contratou ainda uma capacitada equipe de profissionais para atuar no trânsito e investiu fortemente numa adequada e moderna sinalização horizontal, vertical e semafórica. Ao todo foram investidos até agora mais de R$ 200 mil na modernização e municipalização do trânsito de Monteiro.

Segundo a superintendente da MONTRAN, Beatrice Moreira, até o momento estão sendo realizados diversos trabalhos educativos junto às escolas, associações rurais e nas vias públicas através dos agentes de trânsito. Após esse período, a MONTRAN iniciará o trabalho coercitivo com imputação de multas e medidas administrativas para motoristas e motoqueiros infratores.

“A gestão da prefeita Edna Henrique se preocupou em municipalizar o trânsito para organizá-lo e torna-lo mais seguro para a população de Monteiro e condutores que transitam pela cidade. Investimos muito para chegar aonde chegamos e de modo especial esforços da administração e dos servidores municipais. Investimos ainda mais de R$ 200 mil em recursos do tesouro municipal para modernizar e melhorar nosso trânsito e pedimos aos monteirense apenas a conscientização para acolher as regras de trânsito como uma maneira sadia de preservar o direito a vida e o direito de ir e vir de pedestres e condutores”, ressaltou a superintendente da MONTRAN, Beatrice Moreira.

Secom – PMM


PM de Pernambuco descarta greve até o dia 10 de fevereiro

A assembleia dos policiais militares de Pernambuco, que estavam reunidos na tarde desta quarta-feira (21) no Centro de Convenções para decidir se entravam em greve, foi suspensa depois de um comunicado do Governo do Estado, que chamou a categoria para negociar. Com isto, a possibilidade de greve está descartada até o dia 10 fevereiro, quando acontece uma nova reunião da categoria, dois dias antes do carnaval.

A informação foi passada pelo deputado estadual Joel da Harpa (PROS), que representa a categoria na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Segundo ele, representantes de cinco entidades vão se reunir em negociações com o Governo.

Entre as reivindicações, está a abertura de concurso, aquisição de equipamentos, reajuste salarial de 50% para soldados (que hoje ganham R$ 2.600), de 40% para cabos a subtenentes e de 30% de segundo tenente a coronel.

A categoria também cobra revisão do plano de cargo e carreiras, que foi prometido pelo governo nas negociações do ano passado e que não foram pra frente.

Vários policiais que participam da assembleia estão de luto e com adesivo no peito com os dizeres “Somos todos Silveira”, em menção ao sargento militar Carlos Silveira, morto durante a rebelião no complexo prisional do Curado nessa segunda-feira (19).

Ainda nesta tarde os policiais saem do Centro de Convenções e seguem a pé rumo ao Quartel do Derby, numa passeata em homenagem à memória do sargento Carlos.


Governo de PE divulga calendário de pagamento dos 225 mil servidores

Orçada em R$ 8,2 bilhões, a folha anual de pagamento do Governo de Pernambuco deve ser paga nos últimos dias úteis de cada mês. O calendário foi anunciado pela Secretaria de Administração (SAD), nesta quarta-feira (21), para permitir que os mais de 225 mil servidores servidores públicos se programem.

São comprometidos com despesas de pessoal 44,78% da Receita Corrente Líquida do estado. Atualmente, são 138 mil servidores ativos (61% da folha), 61 mil aposentados (27%) e 26 mil pensionistas (12%).
O calendário anual foi instituído em 2007, quando o governador Paulo Câmara era secretário de
Administração do Governo Eduardo Campos. Aposentados e pensionistas recebem no antepenúltimo dia útil de cada mês. No penúltimo dia recebem os servidores ativos da Secretaria de Educação e do Conservatório Pernambucano de Música. E no último dia do mês são pagos os servidores dos demais órgãos e entidades estatais.
Consulte o calendário completo:

Calendário de Pagamento de 2015
Mês Aposentados e pensionistas Ativos Educação Demais órgãos
Janeiro 28 29 30
Fevereiro 25 26 27
Março 27 30 31
Abril 28 29 30
Maio 27 28 29
Junho 26 29 30
Julho 29 30 31
Agosto 27 28 31
Setembro 28 29 30
Outubro 28 29 30
Novembro 26 27 30
Dezembro 29 30 31


Juiz afirma que rebelião no Complexo do Curado chegou ao fim

O juiz da 1ª Vara de Execuções Penais do Recife, Luiz Rocha, anunciou na noite desta quarta-feira (21) que a rebelião do Complexo Prisional do Curado (antigo Aníbal Bruno) chegou ao fim. Em conversa, nesta tarde, com lideranças do movimento, o magistrado garantiu que os presos não devem mais realizar protestos. Pelo menos 27 presos devem ser transferidos para outras unidades prisionais.

“Num campo tão difícil, tão violento, conseguimos retornar a paz e garantir a tranquilidade da população. Haverá transferências para a Penitenciária Barreto Campelo, daqueles presos que tiveram todos os processos julgados e sentenciados. Expliquei a eles que sem isso não dá para sair”, afirmou Luiz Rocha.

Um dos pedidos dos internos do Complexo Prisional do Curado, no Recife, que se rebelam desde a última segunda (19), foi o encontro com Luiz Rocha para que ele garantisse a agilidade na análise dos processos deles.

A abertura de diálogo começou por volta das 11h. Apesar do clima de tensão ter amenizado nesta quarta-feira (após três mortes, incluindo a de um sargento da Polícia Militar, e 45 feridos nas últimas 48 horas), os reeducandos do Frei Damião de Bozzano, uma das unidades do Complexo, passaram todo do dia na laje. Munidos com faixas, eles pediram intervenção da Ordem dos Advogados do Brasil e do Tribunal de Justiça e entoaram raps sobre liberdade.


Edilson Silva: ‘Decidi disputar a presidência da Assembleia por respeito à Constituição’

Eleito pelo PSOL deputado estadual em Pernambuco, Edilson Silva afirmou, na tarde desta quarta-feira (21/1), que será candidato à Presidência da Assembleia Legislativa. A disposição em disputar o cargo já vinha sendo tratada há alguns dias por integrantes do partido e apoiadores do parlamentar diplomado, e foi confirmada durante entrevista à TV JC.

“Queremos simbolizar, antes de tudo, um gesto em defesa da Constituição, da transparência via independência dos Poderes, frisando a necessidade da participação popular no Legislativo”, explicou Edilson Silva.

Provável adversário do atual presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa (DPT), no principal posto do Legislativo desde 2007 e por três vezes já reeleito, Edilson Silva avisa que sua pretensão de concorrer não deve ser vista apenas como uma candidatura “anti-Uchoa”.

“Guilherme Uchoa eternizado na cadeira de presidente da Assembleia não é causa, mas consequência de uma patologia política que vitima também outras instituições do Estado, como o Tribunal de Contas e o Ministério Público do Estado”, esclareceu o parlamentar.

A eleição parta a Presidência da Assembleia e demais seis cargos da Mesa Diretora da Casa será no dia 2 de fevereiro, uma segunda-feira. Todos os 49 deputados estaduais, depois de empossados, terão direito a escolha. O voto é secreto.


REDE ENSINA MAIS LEVA ESTUDANTE À DISNEY

cid:image011.png@01D0340C.2130C2C0

Divulgada a vencedora da promoção “Ensina Mais leva você a Disney”. Promovido pela Ensina Mais, durante os meses de setembro a dezembro de 2014, participaram com dez cupons todos os novos alunos que se matricularam na rede no período. Alunos que indicaram cinco amigos também receberam um cupom para concorrer à viagem.

E a grande vencedora foi Maria Ana Almeida de Sá, de 09 anos de idade, estudante da Ensina Mais – Petrolina. A diretora da unidade, Sueli Mary Fukagawa, comemorou o resultado. “É extremamente satisfatório entregar um prêmio tão relevante para um aluno da casa. Além do complemento escolar, concedemos a oportunidade para uma brasileira de explorar um novo país e com isso ter contato com uma nova cultura e outro idioma. Este tipo de experiência é extremamente importante para a formação do jovem”, destaca a franqueada.

Vencedora da campanha Ensina Mais (2)

E a ganhadora, ainda está surpresa com a premiação. “Quando a minha tia me matriculou na Ensina Mais, fiquei empolgada por ganhar os cupons da viagem, mas nunca imaginei que seria sorteada. Agradeço a Ensina Mais por realizar este desejo”, finaliza Maria Ana.

 

 

 Sobre a Ensina Mais

Franquia do Grupo Prepara, que atua há 10 anos no mercado de educação brasileiro, a Ensina Mais oferece cursos de português, matemática e inglês para alunos do Ensino Fundamental I e II.

A rede surgiu em 2012 da necessidade de melhoria na educação de base das crianças e jovens brasileiros, que chegam hoje ao ensino médio com desempenho muito aquém do necessário para ingressar em uma boa universidade e trilhar, assim, uma carreira promissora.

Sua metodologia inovadora oferece aprendizagem individual e especializada, com utilização de recursos tecnológicos, aulas totalmente interativas, dinâmicas e de alta qualidade, visando o desenvolvimento das estruturas cognitivas da criança.

A Ensina Mais trouxe para o mercado de complemento escolar um grande diferencial, propondo um aprendizado até 50% maior por saber se comunicar na mesma linguagem desta nova geração. A rede conta atualmente com mais de 250 franqueados em todo o país.

www.ensinamais.com.br