Morre, aos 87 anos, Seu Lunga

Joaquim Santos Rodrigues, conhecido como Seu Lunga, morreu, aos 87 anos, na manhã deste sábado (22), na cidade de Barbalha, no Ceará. Conhecido pelo mau humor, o poeta popular, que nasceu no dia 18 de agosto de 1927, lutava contra um câncer no esôfago. Seu Lunga morreu no Hospital São Vicente de Paulo, onde estava internado havia três dias.

O sepultamento será neste domingo (23) no Cemitério do Socorro, em Juazeiro do Norte. Seu Lunga passou a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré. Com 16 anos, foi morar em Juazeiro do Norte. Comerciante, poeta e repentista, o cearense era um dos mais folclóricos nomes da cultura popular nordestina.

Ele tornou-se personagem de inúmeras anedotas por suas respostas ao ”pé da letra”, diretas e intempestivas. Casado com dona Carmelita Rodrigues Camilo, era pai de 13 filhos, dos quais, dois morreram.


Humberto oferece abertura dos sigilos bancário, fiscal e telefônico para provar que não recebeu R$ 1 milhão de desvios na Petrobras

Foto: Agência Senado

Em nova divulgada na madrugada deste domingo (23), o senador Humberto Costa, líder do PT no Senado, nega que tenha recebido R$ 1 milhão do esquema de desvio de dinheiro da Petrobras através do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, e coloca à disposição de todos os órgãos que atuam na investigação do caso a abertura de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico.

“Tenho uma vida pública pautada pela honradez e seriedade, não respondendo a qualquer ação criminal, civil ou administrativa”, diz o senador no texto.

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, afirma que Paulo Roberto Costa teria denunciado o pagamento de R$ 1 milhão a Humberto em um dos depoimentos que ele tem feito em seu processo de delação premiada.

“Sou defensor da apuração de todas as denúncias que envolvam a Petrobras ou qualquer outro órgão do Governo. Porém, entendo que isso deve ser feito com o cuidado de não macular a honra e a dignidade de pessoas idôneas. O fato de o sr. Paulo Roberto estar incluído em um processo de delação premiada não dá a todas as suas denúncias o condão de expressar a realidade dos fatos”, rebate o senador, na nota.

De acordo com o jornal, o dinheiro para o senador teria solicitado pelo presidente da Associação das Empresas do Estado de Pernambuco (Assimpra), Mário Barbosa Beltrão. Paulo Roberto Costa não soube explicar como foi feito o repasse e disse apenas que ele saiu da cota de 1% destinada a políticos do PP.

No texto, Humberto afirma que conheceu o ex-diretor da Petrobras em 2004, mas que sua relação com ele foi estritamente institucional, durante o processo de implantação da Refinaria Abreu e Lima (Rnest) em Pernambuco. A Rnest é um dos focos de desvio da estatal.

O senador petista também afirma ser amigo de infância de Mário Beltrão, que teria ajudado a trabalhar pela instalação da refinaria. “Porém, em nenhum momento eu o pedi e ele muito menos exerceu o papel de solicitar recursos ao Sr. Paulo Roberto para a campanha ao Senado de 2010″, afirma.

Na nota, Humberto diz que a denúncia “padece de consistência” ao afirmar que a doação teria sido financiada pelo PP, por não haver razão que justificasse o apoio de outro partido à sua campanha. Ele também nega que tivesse influência para ameaçar demitir Paulo Roberto Costa da Petrobras, caso não recebesse o valor solicitado.

“Mais inverossímil ainda é a versão de que se o sr. Paulo Roberto não tivesse autorizado tal doação, correria o risco de ser demitido, como se eu, à época sem mandato e tão somente candidato a uma vaga ao Senado, tivesse poder de causar a demissão de um diretor da Petrobrás”, afirma o senador.

HISTÓRICO – Humberto Costa já foi alvo de denúncias de corrupção quando era ministro da Saúde no governo do ex-presidente Lula (PT). Durante a sua gestão, a Polícia Federal realizou a Operação Vampiro, que detonou um esquema de fraudes na contratação de hemoderivados pela pasta. Humberto chegou a ser denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), mas foi absolvido  em 2010 pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) por unanimidade.

Humberto Costa também foi citado no Escândalo das Sanguessugas, que desviava dinheiro da compra de ambulâncias pelo Ministério da Saúde. Como ministro, ele havia sido alertado pela Controladoria Geral da União (CGU) sobre os contratos. Na ocasião, o petista também ofereceu a abertura de seus sigilos telefônico, fiscal e bancário, para comprovar que não estava envolvido. O petista não chegou a ser denunciado pelo escândalo.

Os dois escândalos foram fartamente utilizados contra Humberto na campanha de 2006, quando ele disputou o Governo de Pernambuco e perdeu no primeiro turno, com 25% dos votos. O eleito naquele ano foi o ex-governador Eduardo Campos, falecido em agosto enquanto disputava a Presidência da República pelo PSB.

Em 2010, com o apoio de Campos, Humberto foi eleito senador com mais de 3 milhões de votos. Dois anos depois, o petista concorreu à Prefeitura do Recife e ficou em terceiro lugar, com apenas 17,4% do eleitorado. Quem se elegeu foi o atual prefeito da cidade, Geraldo Julio (PSB), cuja candidatura marcou o início do rompimento de Campos com o PT em Pernambuco.


Senador pernambucano Humberto Costa (PT) é citado no Petrolão

 / Foto: JC Imagem

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou em depoimento à Justiça que o líder do PT no Senado, o pernambucano Humberto Costa, recebeu R$ 1 milhão do esquema de fraudes envolvendo a estatal, informa a edição deste domingo (23) de O Estado de S. Paulo, que está nas bancas.

Segundo o jornal, a citação foi feita em depoimento sigiloso que integra a delação premiada assinada pelo ex-diretor, por meio da qual ele espera ter sua pena reduzida.

O jornal afirma que, segundo Paulo Roberto, o dinheiro a Costa foi solicitado pelo empresário Mário Barbosa Beltrão, presidente da Associação das Empresas do Estado de Pernambuco (Assimpra).

Paulo Roberto teria dito que o dinheiro saiu da cota de 1% do PP. Segundo o jornal, o ex-diretor não soube informar como ocorreu o repasse do dinheiro, mas declarou que o empresário lhe confirmou o pagamento.

Procurado pela reportagem, o líder do PT classificou de totalmente fantasiosa a acusação de que teria recebido R$ 1 milhão do esquema.

Ele disse que não tem qualquer relação com algum integrante do PP que pudesse intermediar alguma arrecadação para ele. “Essa (acusação) é totalmente fantasiosa. Como o PP mandou passar uma cota? Não tenho relação com ninguém do PP. A matéria não diz se é uma doação oficial, quem levou, de onde saiu.”

Costa afirmou que deve divulgar uma nota à imprensa neste domingo rebatendo pontos da reportagem. O senador disse que recebeu, na campanha de 2010, R$ 150 mil em doações feitas pelo empresário Mário Barbosa Beltrão, de quem é amigo desde a adolescência.

Mário Beltrão, segundo O Estado, chamou as acusações de leviandades e negou ter pedido dinheiro à campanha para o ex-diretor da Petrobras.

Alguns nomes de uma lista de parlamentares que teriam sido beneficiados do esquema de corrupção na Petrobras vieram à tona. Entre eles, estaria a ex-ministra Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o ex-senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), já morto. Gleisi negou as acusações.


Sertânia FM comemora 15 anos

A rádio Sertânia FM completa 15 anos no ar e não vai deixar passar em branco a data de aniversário da emissora.

No domingo dia 7 de dezembro o público, que faz com que a rádio seja uma das líderes de audiência na região, poderá comemorar com os shows de três atrações musicais. Dejinha de Monteiro, Adriana Neves e o Forró dos Bossas estarão no palco da festa que acontecerá na Praça de Eventos Olavo Siqueira a partir das 22:00h.

Segundo o Diretor Fernando Norembergue, no sábado (6) véspera da festa a programação da rádio será especial com sorteios de prêmios e a participação já tradicional dos ouvintes.

A Sertânia FM é a pioneira da RBC – Rede Brasil de Comunicações que sob a direção geral de Gennedy Patriota conta ainda com mais quatro emissoras: Salgueiro FM, Petrolina FM, Lagoa Grande FM e Santa Maria FM.


BANHO NO PRECONCEITO: Cearense de escola pública acerta 95% do ENEM

A ficha da biblioteca, lugar preferido de João na escola, já vai na segunda folha e ultrapassa os 40 livros (Foto: Camila de Almeida)

João Vitor dos Santos, 16, acertou 172 questões das 180 do Enem. O estudante do 2º ano de uma escola pública quer cursar Ciências Biológicas

Ver João Vitor falar sobre a recente conquista é assistir à luta entre a timidez do garoto mais acostumado aos livros do que a grandes conversas e o orgulho de quem está vendo o esforço recompensado. O número da vitória é de impressionar: João Vitor acertou 172 questões das 180 que compõem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O equivalente a 95,5% de acertos. Mas João Vitor Claudiano dos Santos, 16, aluno do 2º ano da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, ainda não consegue mensurar o significado do feito.

O menino agora espera o resultado oficial, que deve sair em janeiro de 2015, mas, em um comparativo, João Vitor ultrapassou os 164 acertos da estudante mineira Mariana Drummond, que conquistou o primeiro lugar no Enem 2013. A nota final ainda depende do desempenho na Redação, que João acredita ter sido a mais difícil das avaliações.

“Sempre ouvi falar da dificuldade que é o Enem e tinha medo. Mas quando vi, sinceramente, achei muito fácil. Quando corrigi pelo gabarito, não fiquei assustado, apenas lamentei pelas oito (questões erradas)”, diz com a simplicidade de quem dormia em média quatro horas por dia para garantir o bom desempenho, que ele credita também ao apoio recebido dos professores.

A ficha da biblioteca, lugar preferido de João, já vai na segunda folha e ultrapassa os 40 livros. A leitura assídua é o segredo dele. “O que tem de cansativo no Enem são os textos grandes. Então, minha estratégia foi me adaptar à leitura, ler livros grandes, alguns com linguagem rebuscada”.

João, cujo maior orgulho é ter estudado a vida toda em escola pública, ainda não sabe se irá cursar o 3º ano, mas quer fazer Ciências Biológicas e sonha em viajar para o Reino Unido pelo Ciência Sem Fronteiras. Aos 16 anos, ele tem muito bem traçados os planos da vida. “Sempre me vejo fazendo especialização em bioquímica e biologia molecular. Quero ser pesquisador e estudar o resto da vida”.

Criado pela mãe, a aposentada Ana Maria Santos, morador do bairro Vila União, quarto de cinco irmãos, João será o primeiro da família a ingressar no ensino superior. Os estudos foram, para ele, a forma de transformar o próprio destino. “Sou um garoto que não conheceu o pai, que sempre sofreu bullying por ser nerd, por causa do cabelo, do sapato, da magreza. O estudo não combateu minha timidez, mas me ajudou a ser feliz”.


Arcoverde vence Maratona de Negócios Públicos

​Com o título “Reestruturação do Cecora – Uma Alternativa para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios”, projeto de Arcoverde (PE), apresentado pelo, conquistou o primeiro lugar na Maratona de Negócios Públicos.

“Estamos muito felizes, não temos como dimensionar nosso ganho, afinal é uma ação da gestão prevista como meta do programa de governo, sendo referência no Brasil, já que disputamos com estados de todo o país”, declara o Diretor de Gestão e Projetos, Aildo Biserra.

A Maratona é fruto de uma parceria entre o Sebrae e a Confederação Nacional de Municípios (CNM). A etapa decisiva, para definir os três primeiros lugares foi realizada na manhã desta quinta-feira, 20, dia de encerramento do III Encontro Nacional de Agentes de Desenvolvimento, quando os autores defenderam os projetos diante de uma banca de avaliadores qualificada, composta por representantes de instituições ligadas ao desenvolvimento econômico local.

Os três projetos vencedores conquistaram um pacote de prêmios oferecidos pelos organizadores e parceiros, que inclui 1 laptop para cada um dos 3 primeiros colocados; consultoria de até 60 horas para implementação do projeto; prêmios em dinheiro: R$ 5 mil para o 1º colocado, R$ 3 mil para o 2º e
R$ 1 mil para o 3º.

O segundo lugar foi para Cantagalo (RJ), com o projeto “Atuação das MPEs nas Compras Públicas de Forma Sustentável”, defendido pelo agente de desenvolvimento Jorge Braz Cardoso Ferreira. Em terceiro lugar, ficou “Rede Integração”, de Linhares (ES), apresentado pelo agente Joel Liberato Santana.


Último dia de inscrições para as Escolas Técnicas

Termina hoje o período inscrições para o processo seletivo que vai preencher 9.135 vagas em cursos técnicos oferecidos pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado (SEE).

Os interessados devem fazer sua inscrição pelo endereço eletrônico www.educacao.pe.gov.br. Pela primeira vez, a seleção é simultânea para cursos integrados ao ensino médio e subsequentes.

CLIQUE PARA CONFERIR OS EDITAIS E FAZER SUA INSCRIÇÃO

A Escola Técnica Estadual Arlindo Ferreira dos Santos, em Sertânia, está oferecendo 360 vagas distribuídas da seguinte forma:

Cursos integrados ao ensino médio

Agropecuária: 45 vagas

Redes de Computadores: 135 vagas

Cursos Subsequentes.

Agropecuária: 45 vagas

Redes de Computadores: 45 vagas

Enfermagem: 90 vagas

A data das provas deve ser agendada pelo próprio estudante, no ato da inscrição, para o período entre 24 de novembro e 12 de dezembro. O resultado preliminar será divulgado no dia 17 de dezembro, também no site www.educacao.pe.gov.br, com o dia seguinte reservado para os recursos.

O resultado definitivo será divulgado no dia 19 de dezembro. As matrículas acontecem entre 12 e 23 de janeiro. As aulas têm início em 4 de fevereiro.  Informações pelos telefones 3183 9850 ou 3183 9860.


Transporte regularizado

Após três dias sem transporte escolar, os alunos das localidades de Cruzeiro do Nordeste, Moderna e Algodões voltaram a frequentar a escola. Na manhã deste quinta-feira (20), a situação foi regularizada.

Os poucos alunos que estavam indo a escolas nestes três dias tiveram que pagar do próprio bolso a lotação.


Morre Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça de Lula

Foto: Nelson Jr/STF

Foto: Nelson Jr/STF

O ex-ministro da Justiça no governo Lula, Márcio Thomaz Bastos faleceu na manhã desta quinta-feira (20), em São Paulo. Thomaz Bastos lutava contra problemas pulmonares.

Thomaz Bastos tinha 79 anos de idade e era natural de Cruzeiro, cidade no interior de São Paulo e estava internado desde o dia 18 de novembro no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, para o tratamento de uma descompensação de fibrose pulmonar, doença que afeta os pulmões e dificulta a respiração.

Thomaz Bastos é advogado criminalista, formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). Foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) e do Conselho Federal da Ordem nos anos 80. Em 2003, ele foi nomeado pelo ex-presidente Lula (PT) para ser ministro da Justiça.

Ex-ministro, Thomaz Bastos atuou no julgamento do Mensalão, defendendo o ex-dirigente do Banco Rural José Roberto Salgado. O réu foi condenado a 14 anos e 4 meses por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

Thomaz Bastos atuou ainda em outros casos polêmicos, como a defesa do médico Roger Abdelmassih, que foi condenado a 278 anos de prisão por ataques sexuais a 37 vítimas.

O ex-ministro ajudou ainda na redação da petição que resultou no impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em 1992. Thomaz Bastos atuou ainda nas acusações dos assassinatos do ativista ambiental Chico Mendes e do jornalista Pimenta Neves.


Gincana marca Dia da Consciência Negra e aniversário da ETE Arlindo Ferreira dos Santos.