Eduardo e Lula estariam mantendo a mesma sintonia do tempo em que eram aliados

07/05/2010. foto: Alcione Ferreira/DP

 

Provocado pela coluna, nome graúdo da Frente Popular assegurou, na semana passada, que Lula e Eduardo Campos mantêm sintonia fina.

Podem até ter se afastado por conta das circunstâncias eleitorais, mas se entendem como se aliados ainda fossem. “Eles têm se falado?”, indaguei. Uma gargalhada foi a resposta.

Ainda sobre Lula e Eduardo, a mesma fonte conta que, em 2010, assistiu, ao lados dos dois, ao primeiro programa do guia eleitoral de Dilma.

Lula se emocionou a ponto de chorar e disse que se empenharia para construir para a afilhada em Pernambuco a mesma liga que conseguira com Eduardo e seus aliados.

“Não conseguiu. A liga só funcionou porque era ele, Lula, o candidato. Só ele tem essa capacidade”, arrematou.

A nota foi publicada no último sábado (26) na coluna Diario Político. Neste domingo (27), a Folha de S. Paulo trouxe artigo em que afirma que Eduardo é o “plano B” de Lula.

Destaca que caso a candidatura continue a perder impulso até setembro, a saída não é o “Volta, Lula”, mas sim o “Vai, Campos”.

E arremata observando que essa possibilidade é o que justifica um pacto de não agressão entre os dois.

No dia 10 deste mês o Blog trouxe a informação de que Lula e Eduardo têm se encontrado em São Paulo. Reveja:

Bom, se esse entendimento dará em Plano B, só o tempo vai dizer. Por enquanto, Eduardo aparece com poucas chances de ir ao segundo turno e Dilma segue na dianteira, segundo as pesquisas.

Na verdade, a proximidade entre os dois pode ser mais logicamente explicada pelo interesse de Lula em atrair Eduardo para o palanque de Dilma num eventual segundo turno.

Informações: Blog de Josué Nogueira


PEC propõe fim de emenda para shows

A repercussão do pagamento de shows com emendas parlamentares em plena campanha eleitoral começou a movimentar deputados estaduais que não enviaram recursos para esta área e que disputarão a eleição este ano. Para evitar um desgaste maior da imagem dos representantes da Assembléia Legislativa, o deputado Betinho Gomes (PSDB) informou, ontem, que apresentará um projeto de lei e uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para disciplinar o uso de recursos públicos para a área cultural. Caso aprovada, a PEC, que será protocolada em nome de Betinho e Terezinha Nunes (PSDB), vai tornar obrigatório que toda emenda parlamentar vinculada ao entretenimento seja repassada ao Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), e não mais diretamente aos promotores de eventos. Com isso, as cotas deverão seguir os critérios do Funcultura. Já o projeto de lei propõe uma alteração no texto que criou o Fundo. “A ideia é fazer com que as emendas para a cultura sejam destinadas a esse fundo específico do setor”, afirmou.

Para tramitar, a PEC precisará da assinatura de 17 deputados. Dos 49 parlamentares da Casa Joaquim Nabuco, 39 destinaram verbas para shows. Entre janeiro e julho, foram mais de R$ 19 milhões em emendas. Ontem, o Diário Oficial trouxe mais três liberações
via Empetur. Uma de R$ 20 mil de Marcantônio Dourado (PSB) para o show de Sirano
e Sirino no município de Terezinha; outra de R$ 50 mil para apresentações do Bloco Flor de Lira em Olinda e Garanhuns, elaborada por Teresa Leitão (PT); e uma de R$ 150 mil proposta por Ricardo Costa (PMDB) para custear o shows de César Menotti e Fabiano em Trindade. O Tribunal de Contas do Estado analisa a possibilidade de instaurar uma auditoria especial para investigar o caso.

SEM POSIÇÃO
Apesar da movimentação do TCE e de deputados, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ainda não tem posição sobre as emendas dos shows. O órgão declarou que precisaria identificar alguma ilegalidade para tomar providências. Procurado semana passada, o MPPE se manifestou cinco dias depois, através do promotor de Defesa do Patrimônio Público da Capital Maviael Souza. Mesmo com o histórico de irregularidades em shows custeados pelo erário, o promotor justificou que o MPPE não poderia atuar sem identificar a ilegalidade.“Tem que ter a análise técnica de todos os fatos, que é feita pelas promotorias específicas”, explicou.

Informações: JC


UFPE abre inscrições de concurso com 11 vagas para professor

Remuneração varia de R$ 2.119,02 a R$ 8.344,64 / Foto: JC Imagem/Arquivo

Estão abertas as inscrições para o concurso público de provas e títulos para preenchimento de 11 vagas de professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). As classes são de auxiliar (titulação mínima de graduação), assistente (titulação mínima de mestrado) e adjunto (titulação mínima de doutorado). Todas as oportunidades são para o campus Recife. Os regimes de trabalho são de 20 horas e de dedicação exclusiva.

São três vagas para o Centro de Artes e Comunicação (CAC), uma para o Centro de Tecnologia e Geociências (CTG), uma para o Centro de Ciências Biológicas (CCB), quatro para o Centro de Ciências da Saúde (CCS) e duas para o Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH). A remuneração varia de R$ 2.119,02 a R$ 8.344,64, de acordo com a classe e o regime de trabalho.

As inscrições devem ser realizadas na diretoria dos centros acadêmicos que oferecem as vagas, de segunda a sexta-feira, nos horários indicados no edital do concurso, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe). São admitidas inscrições por procuração, em instrumento público ou particular, e por via postal.

A inscrição vai até 22 de agosto e custa R$ 200. O pagamento deve ser efetuado por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), também disponível no site da Progepe. O prazo de validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

O processo de seleção inclui prova escrita, prova didática e/ou didática-prática e/ou defesa de memorial (haverá defesa de Memorial se for solicitado no edital complementar ao edital geral); além do julgamento de títulos. As provas serão realizadas no prazo máximo de 60 dias a contar da data de encerramento das inscrições, em local, datas e horários previstos no cronograma que será afixado nas secretarias dos departamentos que realizam o concurso e disponibilizado no site da Progepe com antecedência mínima de dez dias da data de seu início.


Afogados sedia a partir de hoje Brasileiro de Handebol

A elite do handebol nacional estará em Afogados da Ingazeira a partir de hoje. Atletas que, provavelmente, estarão na delegação brasileira de Handebol que vai disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. Ao todo serão 16 clubes – masculino e feminino – dos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Pernambuco, Amazonas, Tocantins, Pará, Ceará, Paraíba e Amapá.

O campeonato masculino começa nesta terça (29) e as finais ocorrerão no próximo sábado (02). A competição feminina será de cinco a nove de agosto. Todas as partidas serão disputadas no Ginásio do Centro Desportivo Municipal, na Rua Antonio Vidal, s/n.

O evento é uma promoção da Confederação Brasileira de Handebol e tem apoio  da Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira.

“É uma honra poder sediar um dos mais importantes torneios do handebol nacional. Aqui poderemos ver os principais atletas profissionais de handebol do Brasil. Muitos deles estarão nos representando na olimpíada,” avaliou o Secretário de Cultura e Esportes de Afogados, Alessandro Palmeira. Durante a competição, o município será representado pela equipe do Português/AESO.

Para garantir o sucesso do campeonato brasileiro de handebol, estão sendo instalados placar eletrônico, piso móvel e telões na quadra principal do ginásio desportivo, que também contará com a presença de uma UTI móvel para atender atletas e público.

Abrem a competição nesta terça os atletas da competição masculina às 16h com os jogos  Liespe (MG) x Sesi/Uninorte (AM);  Fhanc (BA) x Fmec/Caçador (SC),  BPE/América (PE) x Colégio Sucesso (PA), e Português/AESO (PE) x CPM Palmas (TO). A entrada é franca.

Informações: Nill Junior


Com recursos do FEM, Arcoverde ganha centro odontológico

O governador João Lyra Neto, acompanhado da primeira-dama Leila Queiroz, prestigiou a inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas – Tipo 3 (CEO), em Arcoverde, no Sertão pernambucano. Com capacidade para atender 1.300 pessoas por mês, a unidade oferece atendimento para o público em geral e para pacientes portadores de necessidades especiaisnas áreas de endodontia, periodontia, cirurgia, prótese total e removível, além de diagnóstico de câncer bucal.

A unidade, que recebeu cerca de R$ 559 mil – recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) -, possui área construída de 340 metros quadrados. O espaço conta com sete consultórios de atendimento, recepção com 60 lugares, sala de esterilização, sala de expurgo, laboratório de prótese, farmácia, além de copa, vestiário e banheiros para pacientes e funcionários. O CEO, que faz parte do Programa Brasil Sorridente, conta com equipamentos de última geração doados pelo Ministério da Saúde.

Na presença da população arcoverdense e da prefeita do município, Madalena Brito, o governador João Lyra Neto parabenizou a iniciativa da gestora, que decidiu aplicar os recursos do FEM na área de saúde bucal. “Arcoverde inicia um novo processo de atendimento na área de odontologia. Muitas pessoas têm necessidades nessa área, mas não têm onde ser atendidos”, disse o governador, ao pedir para os profissionais da unidade CEO que atuem com “carinho e responsabilidade”. “A vocês cabe o compromisso de honrar os investimentos feitos tratando cada pessoa que vem aqui como alguém muito próximo”, recomendou João Lyra Neto.

O atendimento no CEO acontece mediante encaminhamento das Unidades de Saúde. Além da assistência odontológica, os pacientes recebem, gratuitamente, conforme orientação médica, medicamentos e prótese dentária. No total, dez dentistas realizarão atendimento à população. Durante a solenidade, a prefeita Madalena Brito agradeceu os recursos liberados que possibilitaram “a construção de uma obra tão linda”.


Muros pichados por causa de cancelamento de show

Alguns muros da cidade de Sertânia foram pichados por causa do cancelamento do show do cantor Léo Magalhães que faria o show de encerramento da II Exposertânia. Mas, segundo vídeo exibido por volta das duas e meia da madrugada no palco, o cantor não chegou a Sertânia por que o avião que o transportava não conseguiu pousar nem em Caruaru e nem no Recife devido ao mau tempo.

Porém, independente da justificativa, muita gente não gostou do ocorrido, e uma das formas de insatisfação foi demonstrada através de pichações. As imagens circulam nas redes sociais, em uma delas esta escrito: O POVO DE SERTANIA TRABALHA, LÉO MAGALHAES, na outra, a mensagem é a seguinte: GUGA HUMILHA SERTÂNIA.

Pichacao_Leo2

Pichacao_Leo1

 


Brasil faz a festa na final do Mundial de Handebol de Areia

lanceA festa brasileira foi completa no VI Mundial de Handebol de Areia, disputado na Praia do Pina, em Recife (PE). Neste domingo (27), a Seleção Feminina derrotou a Hungria por 2 sets a 0 e conquistou o tricampeonato. Em seguida, a Masculina entrou na arena para um clássico da modalidade cheio de rivalidade. A vitória por 2 a 1 sobre a Croácia garantiu o tetra para os brasileiros.

prem_fem

Premiação das seleções femininas

As meninas, que perderam apenas um set durante todo o Mundial, entraram em quadra para repetir o que haviam feito ao longo da campanha, não dando chance às adversárias. E não deu para a Hungria.

hino

Execução do Hino nacional brasileiro

Ao contrário das meninas, a Seleção Masculina passou sufoco para conquistar a vitória e, mais uma vez, mostrou um enorme poder de superação nos momentos mais decisivos. O time não conseguiu encaixar o jogo no primeiro set e viu o forte time croata acertar quase tudo e sair no final com 23 a 20.

prem_masc

Premiação das seleções masculinas

Na pressão, os brasileiros voltaram para o segundo set e se impuseram desde o primeiro segundo. Com defesa e ataque funcionando em harmonia, a Seleção abriu uma vantagem de seis pontos e foi administrando até o final: 26 a 20.

A partida foi para o desempate no shoot out. Sorte do Brasil por ter um defensor como Diogo Vieira, o Vareta, que foi o responsável pelo bloqueio de três arremessos dos croatas.

alexandre

Além dos títulos por equipes, quatro brasileiros levaram prêmios individuais. No masculino, Gil Pires foi escolhido como melhor pivô e Naílson Amaral como melhor ponta direita. No feminino, Camila Souza foi eleita a melhor especialista e a melhor atleta do campeonato, com Renata Santiago ficando com o troféu de melhor pivô.


Prefeitura de Itapetim amplia oferta de água aos moradores do Bairro Paulo VI

A Prefeitura de Itapetim, através do Programa de Estruturação Hídrica, continua trabalhando para amenizar os problemas provocados pela estiagem no município. No último final de semana, o governo do prefeito Arquimedes Machado realizou a instalação de mais um poço artesiano, desta vez na Rua Sebastião Rabelo, no Bairro Paulo VI.

A perfuração do poço artesiano foi uma solicitação dos moradores do Bairro Paulo VI ao prefeito Arquimedes Machado. “Estávamos precisando. O prefeito se comprometeu e o serviço tá ai. Ele está de parabéns. É muito bom quando o gestor promete e faz. Estamos todos felizes com o serviço”, comentou o morador Raimundo Gomes André.

O poço artesiano já está beneficiando os moradores da Rua Sebastião Rabelo e do Bairro Paulo VI. Antes, a comunidade era abastecida apenas por caminhões pipa e agora conta com água de qualidade à disposição o dia inteiro. No local, a Prefeitura Municipal instalou uma caixa de água de cinco mil litros para melhor atender a demanda da população.


Armando Monteiro visita ExpoSertânia

fb0cf567-5dab-4133-a8f7-e5dbd2512fdc

O candidato Armando Monteiro (PTB), da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, esteve no encerramento da segunda edição da Exposição Especializada em Caprinos e Ovinos  (ExpoSertânia), em Sertânia, no Sertão do Moxotó, na noite deste domingo (27). Acompanhado de várias lideranças políticas, Armando destacou o crescimento da feira e a vocação de liderança do município na região.

“É uma alegria vir à ExpoSertânia, que é um evento que vem ganhando dimensão e se consolidando no calendário das feiras e exposições de Pernambuco”, afirmou Armando Monteiro. O candidato a governador foi acompanhado por três prefeitos da região – Guga Lins (PSDB), de Sertânia, anfitrião da noite; Luiz Carlos (PT), de Custódia; e Francisco Dessoles (PTC) -, e pelos candidatos a deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) e federal, Zeca Cavalcanti (PTB) e Pedro Eugênio (PT), além de diversos vereadores da região.

“Nós haveremos de fazer com que Sertânia possa realizar essa grande vocação que tem, para o crescimento, o desenvolvimento e liderança. Acredito que o município vai ser alçado para a condição de líder em toda essa área”, afirmou Armando. “Tenho vínculos com Sertânia que não são apenas políticos, mas sentimentais também. Sou devedor desse povo, que sempre me deu, ao longo da minha vida pública, reiteradas demonstrações de confiança”, acrescentou.


Devido à greve dos rodoviários, UFPE suspende aulas do câmpus Recife

Ônibus foram depredados nos terminais integrados / Foto: Diego Nigro/JC Imagem

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) suspendeu as aulas do câmpus Recife nesta segunda-feira (28), devido à greve dos rodoviários, que compromete a chegada dos estudantes à instituição. A reitoria também informou que, durante a greve, avaliará diariamente as condições do transporte público para decidir a manutenção Na manhã desta segunda, alguns motoristas estacionaram os coletivos em vias principais da Região Metropolitana do Recife e furaram pneus para impedir a saída dos veículos. Um ônibus chegou a ser incendiado no terminal integrado do Barro.

UFRPE - A Universidade Federal Rural de Pernambuco também decidiu pela suspensão das aulas de hoje, no câmpus Dois Irmãos. De acordo com a instituição, além da chegada dos alunos, a movimentação dificulta a abertura do Restaurante Universitário, já que os funcionários também não conseguem chegar.

JOAQUIM NABUCO - Outra instituição que suspendeu as aulas foi a Faculdade Joaquim Nabuco. Alunos de graduação e do Pronatec das unidades Centro do Recife, Paulista, Janga e São Lourenço da Mata não terão aula. As atividades programadas serão remarcadas para que não haja prejuízo no calendário acadêmico.


Paulo anuncia escola técnica de panificação do Estado

Representantes da indústria de panificação ouviram, neste domingo (27), uma novidade do candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB). O socialista anunciou que implantará como governador uma demanda do setor, se eleito. “Assumo hoje com vocês o compromisso de instalar a primeira escola técnica de panificação de Pernambuco. Isso não impedirá, no entanto, que as outras escolas técnicas não especializadas – e serão 40 delas a partir de 2015 – também ofereçam capacitação dentro da atividade. Isso trará mais mão de obra qualificada para a produção, melhorando o serviço, gerando emprego e renda”, explicou.

O socialista participou de evento em comemoração ao Dia dos Panificadores, promovido pela Epão. No evento, Câmara também informou a publicação do decreto do governador do Estado, João Lyra Neto (PSB), que estabelece uma nova sistemática fiscal para o setor.

“A sistemática não atendia mais ao perfil da panificação atual, hoje, muito mais diversificado do que era antes. Construímos essa proposta junto com os empresários, sempre dialogando, e chegamos a um denominador comum, que atendia tanto aos interesses do Estado, quanto das panificadoras. Quando saímos da secretaria, em abril, deixamos uma proposta pronta e o governador teve sensibilidade de editar o decreto na semana passada”, lembrou.

O presidente da AIPP e da Coopancosi, José Cosme, afirmou que a categoria apoia a candidatura de Paulo Câmara como uma consequência do que foi feito pelo Governo em benefício do setor. Ele citou a inclusão do pão na merenda escolar de toda a rede estadual de ensino como um exemplo dessa parceria.

Paulo Câmara, por sua vez, garantiu que as ações vão continuar em seu Governo. “Vamos ampliar essa parceria. A inclusão do pão na merenda, por exemplo, será ampliada com a expansão das escolas de tempo integral, às quais terão acesso todos os alunos que quiserem se matricular”, exemplificou o socialista.

Existem hoje em Pernambuco cerca de 4 mil estabelecimentos, que geram aproximadamente 40 mil empregos diretos e 120 mil indiretos. Apenas para o fornecimento para as merendas da rede estadual de educação, são produzidos atualmente 7 milhões de pães por mês.


Exposertânia: Show de Léo Magalhães é cancelado. Apresentação será nesta segunda-feira

Depois de esperar um bom tempo debaixo de chuva, o público presente na última noite da Exposertânia foi surpreendido com a notícia do cancelamento do show de Léo Magalhães. A apresentação do cantor ficou limitada a exibição de um vídeo em que ele (Léo Magalhães) dava explicação sobre o cancelamento do show. De acordo com o que foi divulgado, o avião do artista teve problemas para pousar em Caruaru devido ao mal tempo, não tendo tempo de chegar a Sertânia.

Foi anunciado que Léo Magalhães fará seu show nesta segunda-feira (28). A programação, que deverá começar as 21:00h, também terá a apresentação da banda Arreio de Ouro.  A expectativa entre os presentes era se o prefeito irá decretar feriado na terça-feira, dia 29 de julho.


Emendas para shows: engrenagem que garante vantagens “politiqueiras” a homens públicos, como emendas as parlamentares, precisa ser combatida

internet: abundantelife.blogspot.com.br

A cada eleição, o combate à corrupção mobiliza instituições, que tentam introduzir o tema na pauta da disputa.

Nesta semana, a OAB, que desenvolve campanha em todo o país, recebeu, em Pernambuco, o apoio da Arquidiocese de Olinda e Recife.

Tudo muito acertado e louvável.

Acontece que para além daquilo que se classifica de corrupção – desonestidade atestada por descumprimento de leis, abuso de poder econômico, uso eleitoral da máquina estatal, entre outras práticas – uma engrenagem que garante, dentro de normas legais, vantagens a quem ocupa cargos públicos precisa também ser debatida.

A permissão que deputados estaduais de Pernambuco têm de destinar milhões para “atividades culturais” por meio de emendas, por exemplo, carece de revisão.

Helder Tavares/DP/D.A Press

Helder Tavares/DP/D.A Press

Não é correto o contribuinte bancar uma realidade que tem por trás, na maioria dos casos, interesses eleitoreiros.

Ao garantir dinheiro público para o pagamento de shows musicais – independentemente do estilo da atração contratada – o deputado não só ajuda a movimentar eventos pelo interior.

Contribui também para que prefeitos ganhem a conveniente marca de “bons de festas”, o que fatalmente reflete nas urnas.

Como gratidão, os gestores, naturalmente, tendem a retribuir trabalhando em prol dos que “ajudaram” o seu município. Ou seja, politicagem bancada com dinheiro do cidadão ou, como diz a sabedoria popular, caridade feita com chapéu alheio.

E olha que estamos falando de muito dinheiro. Nada menos que R$ 19,3 milhões, só no primeiro semestre deste ano.

Tudo perfeitamente legal, mas de moralidade bem duvidosa.


Escreve, Leitor! NOSSOS DEPUTADOS

Por Edilson Xavier

Nossa representação parlamentar deixa muito a desejar e atua como estivesse em outro planeta, como, aliás, a imprensa tem reiteradamente noticiado respeito, como se viu à exaustão quando os deputados estaduais utilizam abusivamente as emendas parlamentares para contratar bandas, em detrimento de obras nas áreas de saúde e educação, entre outras prioridades municipais. Cada deputado pode indicar gastos de até R$ 1,3 milhão por ano, o que representa R$ 63,7 milhões de verba pública para esse tipo de gasto, cuja verba poderia ser utilizada para construção de escola, na área de saúde ou rodovias nos Municípios.

Mas nada disso sensibiliza os deputados estaduais. Esse desvio de finalidade é noticia há tempo a cargo dos deputados, cujas condutas têm se pautado pelo baixíssimo nível. Do próprio Congresso Nacional às Câmaras de Vereadores, se apontam condutas impróprias ao desempenho legislativo e o que prepondera é a ausência de projetos sérios sintonizados com a nossa realidade administrativa e política em todos os níveis. Sem se falar, obviamente, que nos últimos anos tem prevalecido o aumento expressivo do número de casos envolvendo os parlamentares em corrupção e o que se vislumbra é o gradativo distanciamento do cidadão e esses senhores engravatados que vivem exclusivamente às custas dos nossos impostos, ostentando prestigio e vida nababesca e sequer prestam contas de suas quase inexistentes atividades parlamentares, com exceção, é claro do financiamento às bandas. Entretanto, a regra dessa atuação próxima de zero é o descrédito generalizado.

A Assembleia de Pernambuco vive sob permanente deterioração legislativa, em que não há debate sobre o Estado e se vive sob o mais completo silêncio tumular, onde inexiste a visão critica e a democrática vem padecendo de debate pleno, pois sequer há voz dissonante. Assim, nesse pobre e caríssimo ambiente em que são consumidos nossos impostos, aflora a toda evidência a falta de debate à altura das tradições políticas pernambucanas, em que sua Câmara legislativa estadual se apresenta como um colegiado inerte, em que se patenteia o voto de eleitores desanimados e desiludidos, sem se falar, obviamente em que há plena recordação do voto de cabresto.

Por lado, é de se dizer que os interesses particulares dominam a pauta da Assembleia, enquanto a população é sempre esquecida, pois não existe a prática de se discutir os graves problemas regionais, tais como segurança, mobilidade urbana e rodovias, que nos afligem diariamente. A falta de debate sério entre nossos legisladores constitui extrema gravidade, pois lá só se trata de concessão titulo de cidadania, homenagens as mais diversas, comemorações infrutíferas, que de nada servem aos pernambucanos.

Por sua vez, a atuação dos novatos deixa muito a desejar, pois estão a cultivar a herança política e ao lado dos deputados veteranos preocupam-se em liberar suas emendas parlamentares para contratar bandas e sequer se sabe se custeiam escolas, rodovias e hospitais, que em sua visão enviesada, não rende voto para eles. Dos mais de 100 projetos apresentados nos últimos quatro anos, mais de cinquenta por cento não trouxe nenhum benefício à população. Além das viagens improdutivas para os mais diferentes pontos do planeta. O mundo ficou desse tamanho para esses deputados. Para que servem essas viagens? Com diárias, foi gasto R$ 3.134.604,52 e R$ 3 milhões de passagens e despesas com locomoção. Há seriedade nisso?

A falta de debate inevitavelmente remete o legislativo estadual à subserviência do Executivo, o que gera generalizado desinteresse. A eleição pode proporcionar uma melhor escolha, despejando os que lá estão, por absoluto despreparo e cuja manutenção do luxo desses engravatados custa muito caro ao Estado, que utiliza nossos impostos para mantê-los.

E esses caras estão novamente a percorrer o Estado em busca de votos dos eleitores, estes cada mais apáticos que se distanciam desses verdadeiros deuses da ilusão, parafraseando Lulu Santos.

Edilson Xavier – Ex-presidente da Camara e da OAB de Arcoverde.


É muido: Justiça Eleitoral manda Folha de São Paulo dar direito de resposta a Paulo Câmara por acusação de suposta propina ao Pros. Jornal se recusa

Por Paulo Emílio, no Pernambuco 247

A denúncia veiculada pelo jornal Folha de São Paulo de que lideranças do PP e do Pros teriam oferecido dinheiro para que o PROS-PE apoiasse o PSB na disputa pelo Governo de Pernambuco virou uma briga que parece longe de terminar. Após o candidato socialista Paulo Câmara conseguir obter, na última sexta-feira (25), uma liminar determinando que o jornal publique em até 48 horas o direito de resposta e a retirada da matéria com as denúncias do seu site, a Folha de São Paulo anunciou, neste sábado, que irá recorrer da decisão do desembargador José Ivo de Paula Guimarães, do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

As denúncias veiculadas pela Folha, na última quarta-feira, foram feitas pelo deputado federal José Augusto Maia (Pros-PE). Segundo o parlamentar, que exerceu o cargo de presidente da legenda em Pernambuco, o líder do PP na Câmara Federal, Eduardo da Fonte, e o presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, teriam oferecido dinheiro para que o Pros pernambucano apoiasse a postulação de Paulo Câmara – cuja coligação conta com 21 partidos – e não a candidatura de Armando Monteiro Neto (PTB).

A denúncia atingiu em cheio a campanha de Câmara que ingressou com uma ação na Justiça pedindo direito de resposta a retirada da matéria do site do jornal. A decisão judicial favorável a Câmara saiu nesta sexta-feira e o jornal entrou com uma medida cautelar junto ao Plenário do TRE-PE para tentar conseguir um efeito suspensivo.

Em sua decisão, o juiz José Ivo de Paula Guimarães, considerou que a publicação divulgou “matéria de conteúdo calunioso, difamatório e injurioso que atinge o representado, apesar de o denunciante ter asseverado não ter provas de suas afirmações” .

“É uma decisão que comete uma grave inversão de valor. A Justiça Eleitoral, em vez de apurar o conteúdo da informação jornalística, que é grave, prefere exercer um ato que equivale a um ato de censura”, afirmou o advogado da Folha de São Paulo, Luís Francisco Carvalho Filho. “O candidato nem é acusado de nada na matéria, portanto não há nenhuma referência ofensiva a ele, razão pela qual esse pedido de resposta é absolutamente descabido. O jornal cumpriu o dever de transmitir uma informação de interesse público e a concessão do direito de resposta ao candidato viola a Constituição brasileira”, disse.

“Não entendemos como censura, de forma alguma. O jornal pode divulgar o que bem entender, tem liberdade de expressão. Mas também é legítimo ao candidato fazer esse pedido”, disse ao jornal o coordenador jurídico da campanha de Câmara, Carlos Neves Filho.