Sertânia: Vacinação contra a gripe começa na próxima terça-feira

A partir da próxima terça-feira (28), das 8h às 17h, todos as unidades de saúde de Sertânia estarão vacinando contra a gripe. A campanha será realizada até o dia 22 de maio e terá seu dia ‘D’ no sábado (9). É importante que os pais ou responsáveis apresentem a caderneta de vacinação.

Além das crianças de seis meses a menores de cinco anos, integram este grupo pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Nestes casos, é  necessária a apresentação da prescrição médica.


Game of Thrones: Renata Campos luta pelo trono em mapa que compara política brasileira

Dilma está no trono de ferro, ladeada por Marina Silva e Renata Campos. Foto: ilustração de Ronaldo/Jornal do Commercio.

Se o palco das disputas políticas brasileiras fosse o mundo ficcional da série Game of Thrones, a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos seria a chefe da Casa Campos, uma das famílias na disputa para assumir o Trono de Ferro, relíquia do programa de TV que é ocupada pelo senhor dos sete reinos de Westeros.

A metáfora faz parte de um mapa elaborado pela consultoria política Ahead, de São Paulo, que mostra os diversos grupos e partidos políticos brasileiros como se fossem as famílias medievais que batalham pelo poder no seriado da canal de TV a cabo HBO, usando, inclusive, magias e dragões.

No mapa, que busca aproximar os jovens fãs da série do universo da política tradicional, a presidente Dilma Rousseff (PT) ocupa o trono, mas enfrenta a oposição dos guerreiros do Vale Tucano e do exército liderado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), enquanto é ameaçada por ordas de caminhantes públicos, como são representados os protestos pedindo impeachment em todo o País. CLIQUE PARA VER O MAPA

O vice-presidente Michel Temer (PMDB), que recentemente assumiu a articulação política do governo, é descrito como a “mão do rei”, uma espécie de primeiro-ministro no seriado.

Nesse cenário, a Casa Campos reúne políticos vindos das terras áridas do Norte e tem o governador Paulo Câmara (PSB), o prefeito Geraldo Julio (PSB) e a ministra do TCU Ana Arraes como seus principais combatentes. O grupo também tem influência sob políticos como a senadora Marta Suplicy, que vai deixar o PT para se filiar ao PSB, e possui um histórico de alianças com a Casa Marina, com quem se uniu na última batalha pelo trono.

“Devido aos golpes sofridos na última guerra e à súbita perda de seu líder, a Casa Campos tenta se reorganizar e encontrar um novo sucessor”, descreve o mapa. “Embora devastadas e divididas, as terras Verão do Norte ainda têm vários senhores influentes e podem voltar a reunir suas forças a tempo para a próxima grande Guerra das Casas”, completa.

“Não dá para se descartar a capilaridade política construída ao longo de muitos anos pelo Eduardo Campos depois da morte dele. Então, a gente usa a Renata, simbolizando a Casa Campos, para mostrar a influência que esse grupo ainda tem na política brasileira”, explica Gabriel Arantes Cecílio, diretor executivo da consultoria. Ele e o sócio Arnaldo Azevedo idealizaram o projeto.

Ele conta que desde 2013, quando foi feito o primeiro mapa inspirado na série, o interesse das pessoas por política aumentou, mas a discussão ainda precisa ser mais aprofundada. “Nada melhor que Game of Thrones, um seriado que tem muita trama política, para entregar para um público que normalmente não teria interesse em ler sobre o assunto e fazer essas ligações”, defende.

Gabriel acredita que existem semelhanças entre a crise política vivida na série após a morte do personagem Tywin Lanninster, que conduzia o reino, e o início do segundo governo Dilma. “Nessa temporada nova, a coisa muda um pouco. Com a morte de Tywin, você vai ter uma corrida de novas alianças para tentar ao máximo alcançar o poder. E a gente vê isso acontecendo na política brasileira. O governo tentando se estabelecer, a oposição buscando encontrar um caminho”, justifica.

No mapa de 2013, o núcleo liderado pelo ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos era chamado de “Casa Arraes” e incluía outros políticos pernambucanos como Fernando Bezerra Coelho (PSB) e Jarbas Vasconcelos (PMDB), que não foram citados agora. Paulo Câmara ainda não aparecia no esquema e o grupo da ex-senadora Marina Silva ficava do outro lado do tabuleiro.

Na edição atual, a Casa do ex-presidente José Sarney, aposentado da política, passou a ser liderada pelo atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). Outros dois grupos foram criados para representar melhor o contexto do poder atual: o de Eduardo Cunha e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que foi reeleito e pode disputar a presidência em 2018. O número de possíveis relações entre os políticos também foi ampliado de três para nove, para representar melhor apoios circunstanciais e disputas internas nos partidos.

Do Jornal do Commercio


Em meio à greve, governo tira professor da comissão de educação da Alepe

Foto: Divulgação/Alepe

Com a greve dos professores entrando na segunda semana, os ânimos estão cada vez mais acirrados entre o governo do Estado e a categoria. E a celeuma chegou à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Na última quinta-feira (23), o líder do governo, deputado Waldemar Borges (PSB), assinou um ofício, publicado no Diário Oficial, pedindo o afastamento do professor Lupércio (SD) da Comissão de Educação e Cultura.

O parlamentar, que também é da bancada governista, estava na vice-presidência do grupo e, em seu lugar, foram nomeados o deputado Adalto Santos, antes suplente, e o próprio Waldemar, para a suplência.

Nos bastidores, deputados comentam que a mudança tem a intenção de fortalecer a bancada governista dentro da comissão. Atualmente, os principais nomes da oposição fazem parte do grupo. A deputada estadual Teresa Leitão (PT) é a presidente e Edilson Silva (PSOL), forte opositor ao governo do Estado, também é integrante.

Formação antes da mudança na última quinta-feira (23). Foto: reprodução/site da Alepe.

Em conversa com o Blog do Jamildo, o professor Lupércio afirmou ter sido “pego de surpresa com a notícia”. “É a primeira vez na Alepe que a pessoa é substituída de uma comissão sem ter nem uma conversa prévia”, criticou.

O parlamentar afirmou que vai entrar com um pedido de informações à Mesa Diretora da Alepe cobrando explicações sobre o afastamento. “Eu participava de todas as reuniões, era atuante. Não entendo porque me afastaram”, frisou.

Questionado se o gesto pode ser uma retaliação por ele não ter votado favorável ao governo no projeto do piso salarial, o deputado preferiu não comentar o assunto.

O deputado não participou da votação do Projeto de Lei 79/2015, que altera o piso salarial do magistério de Pernambuco. A proposta foi aprovada por 26 votos a favor e 11 contra. Lupércio também não compareceu à reunião da Comissão que deu um parecer favorável ao projeto.

“Eu queria conhecer o projeto de lei, entender melhor antes de votar”, explicou Lupércio.

Lupércio também tem sido sondado para concorrer à Prefeitura de Olinda, onde o PSB deve lançar o advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos.

O líder do governo, Waldemar Borges (PSB), justificou o afastamento afirmando que o professor Lupércio estava com “dificuldade para comparecer a algumas reuniões que eram importantes para o governo”.

“Respeitamos as dificuldades dele, mas vimos a necessidade de que a bancada governista participasse de forma efetiva das reuniões da comissão”, disse. Questionado se o acirramento da greve dos professores foi fator decisivo para o afastamento, o socialista não comentou.

GREVE – Na última semana, os professores mapearam os caminhos de Paulo Câmara e protestaram em cidades onde o governador participou do seminário do Todos Por Pernambuco.

Dados da Secretaria Estadual de Educação mostram que 57% das escolas (599 unidades) não paralisaram as atividades, enquanto 36% (374 unidades) paralisaram parcialmente e 7% (72 escolas) aderiram totalmente à paralisação.


Prefeitura de Sertânia muda data dos Jogos escolares

A prefeitura de Sertânia mudou a data da realização da XXI Edição dos Jogos Escolares Municipais para o período de 25 a 29 de maio. A mudança de data do evento, que estava previsto para acontecer de 30 de abril a 07 maio, foi definida durante o Congresso Técnico realizado, nesta sexta-feira (24), com representantes das escolas que vão participar da competição.

Durante o Congresso, o coordenador técnico dos jogos, professor Tavanes Lopes, realizou o sorteio dos grupos e definiu a tabela da competição, que será divulgada até o dia 30 deste mês.


Atletas de Pernambuco podem ganhar o mundo

A principal novidade no lançamento dos Jogos Escolares de Pernambuco (Jeps), o Programa Ganhe o Mundo Esportivo, não corre o risco de ficar simplesmente no papel. Nesta quinta-feira, o secretário de Turismo, Esportes e Lazer do estado, Felipe Carreras, assegurou que tem orçamento para enviar atletas de destaque para intercâmbio fora do país, ainda este ano, apesar da alta do dólar e da crise que o Brasil atravessa.”Está pactuado com o governador Paulo Câmara. Tem orçamento para o primeiro grupo contemplado. Em breve, daremos mais informações sobre o Programa”, frisou Carreras.

No evento de lançamento dos Jeps 2015, que ocorreu nesta quinta-feira, na sala Caruaru, do Centro de Convenções, o secretário trouxe outras informações sobre as alterações na competição, que está indo para sua 56ª edição. A abertura oficial será na segunda-feira, às 15h, no Chevrolet Hall, com desfile das delegações, banda marcial, pira olímpica e, por fim, um show para os atletas se confraternizarem.

E, neste ano, a festa terá um homenageado. O ex-jogador de vôlei, o pernambucano Pampa, campeão olímpico em Barcelona, em 1992, já está na capital pernambucana para a festança. Nesta quinta, Pampa esteve ao lado de Carreras e Diego Pérez na coletiva de lançamento dos Jogos. “Fazia 20 anos que não recebia uma homenagem. estou honrado com o convite que recebi do meu estado. Durante a participação nos Jogos Escolares, eu não jogava nada, mas estava lá torcendo (risos). Tenho certeza que nesta edição, vamos revelar
muitos atletas, principalmente, da rede pública”, comentou Pampa, atualmente gestor público na cidade de Campos, no Rio de Janeiro.

O ex-jogador, que estudou no Salesiano e Colégio Boa Viagem, aproveitou a oportunidade para tornar pública sua experiência nessa área. Destacou que é importante elaborar projetos convincentes para a captação de recursos. Pampa disse ainda que uma lei estadual de incentivo fiscal é importante para atrair futuros investidores.

“Fiquei feliz em saber que a elaboração de uma lei estadual de incetivo ao esporte já estava na pauta do Felipe (Carreras). Rio de Janeiro e São Paulo já fazem isso muito bem. Com uma lei, o investimento fica para o estado. Não passa pelas mãos de nenhum outro órgão”, explicou Pampa, que traz na certidão de batismo o nome André Felippe Falbo Ferreira.

Enquanto a secretaria qualifica seus projetos – e tenta apagar as atrocidades das gestões passadas -, fazer um evento compatível com os atletas estaduais será o primeiro grande desafio da gestão. E, ao que parece, o desafio está sendo encarado com seriedade e empolgação.

“Tivemos um olhar especial para fazer esses Jogos Escolares. Queremos resgatar os tempos áureos dos Escolares, dos quais tive o prazer de participar”, declarou o secretário Felipe Carreras.

O executivo da secretaria, Diego Pérez, arregaçou as mangas para tirar do papel todas as mudanças que os Jeps sofreu. “Estaremos dando uniformes para a fase final dos Jogos. Vamos eleger um mascote que três artistas plásticos locais fizeram. Um hotsite já está no ar com as notícias dos Jogos”, acrescentou Pérez.

E as novidades não param por aí. A secretaria vai custear a hospedagem dós colégios da rede particular de ensino que chegaram a fase final dos Jeps. Isso já acontece com as escolas públicas (para estas, a secretária assume também os gastos com alimentação). “A grande final do futebol, da categoria infantil, será na Arena PE”, completou Diego Pérez.


Saúde abre seleção para gestores de Geres

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) abriu inscrições para a seleção pública simplificada para os cargos comissionados de gerentes Regionais de Saúde. As inscrições seguem até o dia 04 de maio e devem ser realizadas de forma presencial, na sede da Secretaria Estadual de Saúde ou na sede das doze Geres, de acordo com o edital publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (23/04).

Desde 2011, a escolha de todos os gerentes de Geres passou a ser realizada a partir de seleção pública, por meio do Decreto 36.107 de 20 de janeiro de 2011, coordenada por uma Comissão Técnica de Busca formada por representantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade de Pernambuco (UPE) e Estação Observatório de Recursos Humanos em Saúde do CNPQ – Fundação Oswaldo Cruz, além de três representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES).


Grupo luta pela preservação da Caatinga no Sertão do Pajeú

Segundo estudo, cerca de 140 caminhões levam madeira da Caatinga semanalmente. / Foto: Marcos Michael/Acervo JC Imagem

A vegetação da Caatinga, em municípios pernambucanos do Sertão do Pajeú, vem sofrendo ações de desmatamento intenso diariamente. Entidades não governamentais se uniram ao bispo da Diocese de Afogados da Ingazeira, Dom Egídio Bisol, na região afetada, para combater a extração irregular de madeira no bioma e exigir do governo uma fiscalização permanente.

“Cerca de 15 ONGs se uniram para formar o grupo Fé e Política e atuar na conscientização ecológica da população no município”, explicou Dom Egídio Bisol. O grupo enviou uma carta oficial ao governo do Estado, no último mês, para tentar solucionar o problema do desmatamento na área.

Na semana passada, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), através da Setor de Fiscalização Florestal (UFF), abordou 20 caminhões que transportavam lenha nativa e resgatou 289 animais silvestres criados em cativeiro de forma ilegal. A ação foi realizada em Sertânia, Afogados da Ingazeira, Ingazeira, Flores, Carnaíba, Tuparetama, Quixaba e Arcoverde, no Sertão.

Segundo Bisol, a operação já é resultado da pressão da população do Pajeú para aumentar a fiscalização no lugar. “A grande retirada de madeira é destinada à produção de carvão e cerâmica”, falou. “Lutamos por uma ação constante para preservar o bioma da Caatinga. Uma fiscalização esporádica não é o suficiente”, disse.

Bisol informou que foram contabilizados cerca de 70 caminhões transportando lenha da Caatinga sem fiscalização ou controle das autoridades, semanalmente. “Totalizamos uma média semanal de 140 veículos levando toras clandestinas da vegetação nativa, já que muitos geralmente fazem duas viagens nesse período”, afirmou o bispo.

A pesquisa foi realizada pelo Sindicato de Trabalhadores Rurais de Afogados da Ingazeira. A entidade analisou a situação de quatro municípios no Sertão do Pajeú: São José do Egito, Afogados da Ingazeira, Iguaraci e Tuparetama. No estudo, foi constatada a retirada irregular de vários tipos de árvores nordestinas, a exemplo de braúna, catingueira, juazeiro, angico e umbuzeiro.

“Essa avaliação com certeza está muito aquém da realidade. Sabemos que é uma análise geral. A situação é muito mais grave”, afirmou Egídio Bisol.

A CPRH anunciou que possui um planejamento de fiscalização em todas as regiões do Estado. De acordo com o órgão, as operações são realizadas conforme a programação ou diante de demandas da ouvidoria. As denúncias sobre crimes ambientais podem ser feitas pelo número: (81) 3182-8923

Do JC


Sertaniense Sebá foi tema do quadro ‘Viver com Arte’ da Tv Asa Branca

O artista sertaniense Sebastião Alves Cordeiro Filho, o conhecido Sebá, foi tema do quadro “Viver com Arte” da TV Asa Branca, exibido nesta quinta-feira (22) no NETV 1ª edição.

Radicado em Caruaru, Sebá é reconhecido como um dos ícones mais importantes da cultura popular regional.

Clique e confira a história de Sebá


Greve dos professores: Teresa Leitão critica ‘acirramento’ e defende negociações com o governo

Foto: reprodução/Facebook

A deputada e presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, Teresa Leitão, na manhã desta quinta-feira (24), defendeu a abertura imediata de um canal de negociações entre os trabalhadores em educação, em greve desde o último dia 11 e o governo Paulo Câmara.

Não deu uma palavra sobre a postura do sindicato, que pune jovens com a interrupção das aulas. Pelo que se sabe, o governo não se nega a discutir os aumentos, desde que os professores voltem ao trabalho.

Como a data base da categoria é em junho, e o sindicato é controlado pela CUT, braço sindical do PT, cada diz fica mais claro a politização do movimento. Nesta sexta (24), uma nova assembleia deve ser realizada.

Na Alepe, a deputada pediu aos deputados da bancada do governo que façam gestões junto ao Executivo para garantir a abertura das negociações com os trabalhadores e lembrou que há uma semana a Comissão de Educação solicitou uma reunião com o governo com o propósito de mediar uma saída para greve, com a presença do líder na Casa deputado Waldemar Borges e da oposição, Silvio Costa Filho.

“Em apelo aos deputados do governo que deem valor à cadeira que ocupam nesta Casa, porque aqui estão por delegação do povo. Se essa comissão de parlamentares não for recebida pelo governo será um desrespeito à Casa. O poder Legislativa já se encontra enfraquecido perante a população e interessa ao governo desacreditá-lo ainda mais”, registrou.

Teresa destacou ainda o nível de acirramento que está existindo entre os parlamentares em relação à greve da educação, registrando que esse fato não é visto apenas na Casa.

“Tem ações praticadas por pares, colegas da assembleia em sua base territorial. Estão distorcendo posições de uma forma que eu nunca vi nesses 12 anos de Casa. Já enfrentamos situações muito mais sérias que esta e sempre nos respeitamos. Mas tem deputados usando os meios que tem, inclusive rádios, as concessões dadas a ele aleatoriamente, para distorcer o que aconteceu aqui. Como é que pode? Cada um assumiu uma posição em relação ao PL do governo, inclusive alguns se retiraram como posição política. Por que distorcer? “, protestou.

Deputados atacados pelas redes sociais

Em resposta às críticas, o deputado Tony Gel, do PMDB, disse que se houve radicalismo, é necessário investigar, porque essa não é, na sua visão, uma prática do Governo. Segundo ele, deve haver correntes no Sindicato que se contrapõem nesse processo, mas ressaltou que é preciso negociar e que o Executivo está disposto a isso.

Rodrigo Novaes, do PSD, afirmou que o Sintepe veiculou, nas redes sociais, material ofensivo a parlamentares governistas. Em sua opinião, essas informações estão distorcidas e os deputados da base teriam sido injustiçados. Ele ressaltou que é favorável à valorização profissional do magistério e se colocou à disposição para articular a negociação, caso os professores encerrem a greve.

O deputado Ângelo Ferreira, do PSB, considerou provocativo o pronunciamento de Teresa Leitão. Ele disse que não costuma se esconder para expressar suas opiniões e que há um serviço de informações da deputada em Sertânia. Para o parlamentar, a distorção das informações foi feita pelo Sintepe, ao divulgar cartazes denegrindo a imagem de deputados nas redes sociais.

Do Blog do Jamildo


Homicídios caem 100% em Sertânia

O número de assassinatos caiu 100% no município de Sertânia, Sertão de Pernambuco. O último crime do tipo ocorreu no dia 21 de abril do ano passado, contra um homem de 51 anos no Sítio Santa Luzia. E, de 21 de abril de 2013 até a mesma data de 2014, foram registrados apenas seis homicídios. Os dados são do 3º Batalhão de Polícia Militar.

“A gente vive trabalhando para preservar a vida e, quando recebemos essa notícia, é muito bom”, diz o major José Alex Bezerra, responsável pelas ações externas. O oficial afirma ser gratiticante chegar a essa marca. “Sertânia é o sétimo maior município em extensão no estado, está na divisa com a Paraíba e tem uma zona rural muito grande. Tudo isso dificulta um trabalho ostensivo da PM, mas estamos conseguindo”, garante.

Para o oficial Valme Zeferino de Souza, comandante do 3º BPM, boa parte do resultado tem origem em trabalhos que complementam o de segurança. “Devemos destacar que em Sertânia foi massificado programas com filosofia de Polícia Comunitária. Policiais militares, por exemplo, vão às escolas para palestras. Também acompanhamos nossos jovens no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd)”, comenta.

Outros municípios
Com o nome de Área Integrada de Segurança-19, além de Sertânia, o efetivo de 400 policias aproximadamente atende a dez municípios. Em Custódia, o índice de homicídios ainda é alto. Em Pedra e Tupanatinga, há casos, mas, para a polícia, não seria uma situação de alerta. Com grande histórico de incidência, Buíque e Ibimirim têm apresentado diminuição. Já em Arcoverde, Venturosa, Itaíba e Manari existem poucos registros. Estas avaliações também são do 3º BPM.

Do G1


IFPE fará vestibular para preencher 2.206 vagas em cursos técnicos

Cursos técnicos têm duração média de dois anos. Aulas começarão no segundo semestre. / Foto: Divulgação/ IFPE

Começam segunda-feira (27) as inscrições para o vestibular do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), que vai ofertar 2.206 vagas em cursos técnicos, com aulas a partir do segundo semestre. Pode concorrer quem terminou o ensino médio. As vagas estão distribuídas nos 16 câmpus da instituição. As provas serão dia 14 de junho.

Interessados devem se inscrever até 7 de maio, exclusivamente no site www.ifpe.edu.br. A taxa de inscrição custa R$ 20 e pode ser paga nas agências do Banco do Brasil até 8 de maio. Os cursos têm duração média de dois anos.

Metade das vagas é destinada a quem cursou o ensino médio integralmente em escola pública. Ainda há cotas para os candidatos autodeclarados negros, pardos e indígenas e para quem tem renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. Candidatos da zona rural também contam com reserva de vagas, caso optem pelos cursos com vocação agrícola.

Os cursos são oferecidos nas cidades de Recife, Abreu e Lima, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Paulista e Olinda, na Região Metropolitana. No interior há opções em Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Caruaru, Garanhuns, Palmares, Pesqueira e Vitória de Santo Antão.

A prova terá 30 questões de múltiplas escolhas, sendo dez de português, dez de matemática e outras dez de conhecimentos gerais.

ISENÇÃO – Quem não tem condições de pagar a taxa de inscrição no vestibular pode pedir isenção entre os dias 27 e 29 de abril, no site do IFPE. A gratuidade é concedida para candidatos com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que, cumulativamente, tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.

Também são isentos da taxa egressos dos programas Mulheres Mil, inclusive os seus dependentes, e PROIFPE


Sintepe negocia, mas quer fim das demissões

Cerca de 600 professores da Região Metropolitana e Zona da Mata, mobilizados pelo Sintepe, fizeram, há pouco, em Timbaúba, onde acontece o Todos por Pernambuco, um protesto contra o endurecimento do Governo diante da greve decretada pela categoria.

Com faixas, carro de som e vestidos de vermelho, os manifestantes bloquearam a estrada que passa em frente a Escola Técnica Estadual de Timbaúba, forçando o governador a sair do local em direção ao município de Aliança pelos fundos do prédio. O presidente do Sintepe, Fernando Melo, informou que recebeu dois representantes do Governo para reabrir o dialogo.

O governador tem dito que só reabre o dialogo com os professores com o encerramento da greve, conforme reafirmou na entrevista que deu logo após a abertura do seminário. Já o Sintepe quer que o Governo reveja sua decisão de radicalizar o enfrentamento com o afastamento de diretores que exercem cargos de confiança, de professores de escolas em regime especial, além da imposição de faltas e ameaças de demissões. “Nós estamos abertos ao dialogo, mas o Governo tem que acabar com a repressão e com as intimidações”, afirmou o presidente do Sintepe.

Do Blog do Magno


Material didático e mobiliário abandonados em escola fechada pela prefeitura de Sertânia

Com tantas dificuldades enfrentadas por escolas e outros setores da administração municipal, a prefeitura de Sertânia se dá ao luxo de abandonar material didático e mobiliário, como carteiras escolares da Escola Municipal Constantino José da Silva, no sítio Salgadinho, que foi fechada pelo prefeito Guga Lins em 2015.

Segundo informações de pessoas ligadas ao quadro da educação do município, a alegação foi de que a unidade escolar não obtinha resultados educacionais desejados por que funcionava com salas multisseriadas (em que um mesmo professor atende estudantes de diferentes idades em uma mesma turma). Os 23 alunos e as duas professoras da escola fechada foram transferidos para unidades em Waldemar Siqueira e Rio da Barra, zona rural de Sertânia.

Porém, em um vídeo que circula nas redes sociais denuncia que a prefeitura está jogando fora o dinheiro do contribuinte com o abandono do prédio, de material didático e de bancas escolares. As imagens revelam que tudo o que ficou na escola fechada está em bom estado de conservação e poderia estar sendo usado em outro lugar, ou ser recolhido e guardado pela secretaria de Educação. Confira o vídeo

Diante da situação, os moradores da localidade resolveram fazer um mutirão para limpar e organizar o prédio abandonado pela prefeitura. Confira o vídeo

Um fato interessante é que o cidadão que fez o vídeo disse que foi informado que vai ser processado, possivelmente por ter invadido o prédio público para fazer as imagens. Sendo assim, a ameaça também deverá chegar aos moradores da localidade que “invadiram” a escola para fazer a limpeza.


Sintepe admite encerrar a greve dos professores na próxima segunda

O presidente do Sindicato dos Professores de Pernambuco, Fernando Melo, admitiu nesta terça-feira (21) encerrar o movimento na próxima assembleia geral da categoria que está marcada para o dia 27.

Até lá, segundo ele, o Sintepe vai cumprir o calendário de eventos aprovado na última assembleia geral realizada no Centro de Convenções.

De acordo com esse calendário, os professores farão uma manifestação nesta quinta-feira, em Timbaúba, onde o governador Paulo Câmara estará participando do seminário “Todos por Pernambuco” e no dia seguinte em Palmares.

É para pressionar o Governo do Estado a retomar as negociações com o Sintepe, que foram interrompidas na semana passada após a decretação da greve.

O Governo afirma que só volta a negociar se a greve for encerrada. Os professores reivindicam 13,01% de reajuste para todo o quadro e não apenas para os que ganhavam abaixo do piso salarial.

Do blog de Inaldo Sampaio

 


Seminário Todos por Pernambuco chega à Zona da Mata

O terceiro ciclo do Seminário Todos por Pernambuco chega à Zona da Mata nesta quinta-feira (23). O primeiro município a ser visitado pelo governador Paulo Câmara, acompanhado por todo secretariado estadual, é o de Timbaúba, na Mata Norte. Na sexta-feira (24), será realizada a etapa de Palmares (24), na Mata Sul. As três rodadas do Todos por Pernambuco, até agora, registraram 10,9 mil participantes e coletaram 12 mil propostas.

A grande participação popular demonstra a consolidação da construção democrática das prioridades do Governo do Estado. A eficiência do Todos já foi comprovada com um prêmio internacional concedido pelas Nações Unidas de Serviço Público, em 2012.

O secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, responsável pela coordenação do evento, destaca a importância do Seminário. Segundo ele, as contribuições dos participantes são fundamentais para estabelecer as prioridades do governo. “A palavra do povo foi ouvida nos ciclos de 2007 e 2011 e mudou a vida dos pernambucanos. E vai ser ouvida novamente. Nós estamos reafirmando nossos compromissos de campanha e vamos construir, juntos, as nossas prioridades”, afirma.

Oito temas serão disponibilizados para discussão nas salas temáticas, sendo sete deles comuns aos dois municípios: educação e cultura; saúde; segurança; água; infraestrutura; cidadania e economia, sustentabilidade e inovação. Em Timbaúba, também haverá discussão sobre habitabilidade e o espaço público. Em Palmares, ocorrerá uma sala temática sobre desenvolvimento rural.

A partir das 8h em cada município, são realizadas as inscrições e o credenciamento da população para participação no seminário. Os interessados também podem dar suas contribuições pelo site www.todosporpe.pe.gov.br. A abertura do evento está marcada para as 8h30, com a participação do governador Paulo Câmara. Logo depois, são realizadas as salas temáticas. À tarde, durante plenária, são apresentadas as principais propostas discutidas nas salas e o encerramento do Seminário.

As três rodadas do Todos por Pernambuco, neste ano, foram realizadas no Sertão e no Agreste do Estado.  A ação percorreu os municípios de Surubim, Garanhuns, Caruaru, Araripina, Petrolina, Salgueiro, Floresta, Afogados da Ingazeira, Arcoverde. Educação e Cultura foi o tema mais procurado do Seminário no Sertão e no Agreste.

A rodada de encerramento do Todos por Pernambuco será realizada na Região Metropolitana do Recife. Na capital, o seminário será realizado no dia 29, no Centro de Convenções.