Concurso do IBGE com 600 vagas e salários de até R$ 9,1 mil é autorizado

No total serão 600 vagas, em todo o País  / Foto: JC Imagem

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), recebeu o aval do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para a realização de um concurso público com 600 vagas e salários de até R$ 9,1 mil.

As oportunidades são para todo o País e as vagas são para profissionais de nível médio e superior. Serão 460 oportunidades para o cargo de técnico em informações geográficas e estatística, 90 para analista de planejamento, gestão e infra-estrutura em informações geográficas e estatística e 50 para tecnologista em informações geográficas e estatística.

O cargo de técnico requer o ensino  médio completo e tem remuneração inicial de R$ 3.471,85, chegando a R$ 5.011,01 com a Gratificação por Qualificação (GQ) no nível máximo e o auxílio-alimentação.

Já as vagas de analista e tecnologista são destinadas aos candidatos com formação superior em qualquer área de atuação. O salário vigente para ambos os cargos corresponde a R$ 7.373,49, podendo alcançar o valor de R$ 9.107,88 com a Retribuição por Titulação (RT) no nível de Doutor e o benefício de refeição incluso.

A autorização foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, dia 27 de julho, por meio da portaria de número 302. Com isso, o órgão tem até seis meses para divulgar o edital do certame, ou seja, até o dia 24 de janeiro de 2016, no máximo.

No entanto, a publicação do Diário Oficial informa também que o provimento desses cargos deve ocorrer a partir de dezembro deste ano. Desse modo, os concurseiros podem aguardar novidades da seleção já bem antes desse prazo


Ato contra Madalena fracassa em Arcoverde

Ato contra Madalena fracassa no centro

Apesar da divulgação com distribuição de panfletos no centro e em postos de saúde a manifestação feita pela oposição contra a prefeita Madalena Britto foi um fracasso. Em torno de 50 pessoas estiveram em frente a Câmara de Vereadores de Arcoverde, na Avenida Antônio Japiassu, participando do ato político, demonstrando que a população não atendeu ao apelo de um vereador. A maioria dos que apareceram no ato foram aqueles cargos comissionados demitidos por não seguir a decisão política da prefeita na última eleição para governador e que estão com saudades eternas da boquinha. Tinha tão pouca gente que deu para formar uma roda no meio da rua.

A coordenação até que demorou para começar o ato, na esperança de juntar mais gente, o que não surtiu efeito. A pequena manifestação sem rumo e prumo foi até o Ministério Público e depois passeou pela Avenida Arlindo Pacheco. Nem um carro de som conseguir fazer com que  populares saíssem as portas para ver o que estava acontecendo.

Uma vendedora ambulante ficou decepcionada com o tamanho da manifestação. Ela estava com mais duas colegas. “Eu esperava 200 pessoas e não tem ninguém”, lamentou.

Estranhamente os poucos discursos não fizeram referência a atitude corajosa e responsável da prefeita Madalena Britto de combater a crise imposta pelo Governo Dilma Rousseff aos governos estadual e municipal anunciado nesta segunda-feira (27), com uma Reforma Administrativa e um pacote de medidas emergenciais para contenção de gastos e suspensão ou restrição de despesas, visando o equilíbrio das contas públicas em função da crise que o país atravessa. Estes cortes podem reduzir em cerca de 15% os gastos da máquina pública. A medida se deu através do Decreto nº 132/2015 com vigência mínima de 180 dias.

No texto o Decreto é justificado considerando a crise econômica vivida pelo país, o ajuste fiscal do Governo Federal, a redução do repasse do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, e a necessidade de adoção de medidas para preservar o equilíbrio das contas públicas da Prefeitura, que continuam rigorosamente em dia.

O decreto determina a redução de 15% nos salários da prefeita e do vice prefeito. Os salários dos secretários serão diminuídos em 12% e os demais servidores comissionados vão perceber 10% menos.

Outra medida adotada foi a redução dos números de secretarias, passando de 12 para 10 pastas. Haverá a fusão das Secretarias de Obras, com a de Serviços Públicos. Já a Secretaria de Governo será incorporada pelo Gabinete da Prefeita.

“O desaquecimento da economia no país mostra que devemos tomar medidas preventivas com responsabilidade, sem comprometer os serviços prestados à população e continuar com nossas obras gerando emprego e renda”, afirmou a prefeita Madalena Britto.

“Até hoje estamos com nossas contas em dia. Isso é uma conquista não só da gestão da prefeita Madalena Britto, mas também de toda população, precisamos continuar nesse caminho”, disse Luciano Britto, secretário de Finanças.

A prefeita Madalena finalizou dizendo que o gestor público precisa ter coragem e eficiência para tomar as decisões na hora certa. “Nosso compromisso é manter as contas do município equilibradas e cumprir o nosso cronograma de obras sem alteração”.

Informações: Darcio Rabelo


Estado amplia sistemas de dessalinização

O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, está acompanhando de perto todas as etapas do processo que vai resultar na implantação dos 170 sistemas de dessalinização conveniados com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio do Programa Água Doce (PAD), com orçamento de R$ 36.9 milhões.

Hoje, o secretário discutiu com a equipe técnica do MMA propostas e alternativas para dar celeridade as ações de diagnóstico nos municípios, com realização dos testes de vazão, análise da água dos poços e de contratação dos equipamentos. Ações previstas para novembro deste ano.

O edital da empresa que fará o diagnóstico será lançado ainda esta semana, entretanto a Secretaria de Agricultura vai realizar um levantamento prévio, utilizando a mão de obra dos técnicos do IPA. “As ações do programa, na nossa linha de execução, não caminham sozinhas em Pernambuco, pois temos a preocupação de integrar as obras hídricas com todas as nossas vinculadas e assim agilizar o processo”, pontuou o secretário Nilton Mota, durante a conversa com o coordenador nacional do PAD, Renato Saraiva.

“Esse mapeamento antecipado é muito bem-vindo e atende aos critérios do programa que exige dos estados a realização do triplo de diagnósticos a partir do total de sistemas conveniados”, ressaltou Saraiva. Em Pernambuco, 510 comunidades serão mapeadas. Os técnicos vão analisar um conjunto de fatores, entre eles, o estado de conservação, a vazão e teor de salinidade da água encontrada nos poços, a presença de metais pesados e o acesso a energia elétrica. Esses resultados vão apontar a viabilidade da instalação e o perfil do dessalinizador, que atua a partir do sistema de osmose inversa.

As ações do PAD em Pernambuco irão beneficiar aproximadamente 60 mil pessoas que vivem em comunidades rurais mais vulneráveis em relação ao acesso a água e com os piores indicadores sociais. A empresa vencedora, além de fornecer os equipamentos, será responsável pela instalação, manutenção completa e monitoramento dos equipamentos.


Zeca Cavalcanti beneficia sogro com verba da Câmara dos Deputados

O fantasma da crise econômica passa longe da Câmara dos Deputados. Tanto que, em apenas cinco meses, os 25 deputados federais de Pernambuco gastaram, juntos, R$ 3,6 milhões da cota parlamentar, recurso a que todos têm direito e serve para custear despesas como aluguel de carros e escritórios políticos, passagens aéreas, entre outros.

A cota destinada aos deputados pernambucanos é de R$ 41.304,94 por mês (há uma variação no valor conforme o estado de origem dos parlamentares). Três dos quatro representantes do PTB na Câmara Federal são os que mais fizeram uso dos recursos, conforme levantamento do Diario de Pernambuco. No ranking, depois de Adalberto Cavalcanti, estão os deputados Ricardo Teobaldo (R$ 196,8 mil) e Zeca Cavalcanti (R$ 195,8 mil). No caso deles, os maiores gastos foram com locação de veículos, consultorias e divulgação da atividade parlamentar.

Procurado pelo Diario, o deputado Adalberto Cavalcanti revelou que o alto valor gasto com combustível, mesmo nos meses em que esteve afastado, deve-se ao fato de ele manter vários veículos à disposição da população de Petrolina. “Meu atendimento é a todo vapor. Eu tenho duas unidades móveis, uma ambulância, um trio elétrico, um ônibus, dois caminhões (um do tipo ‘pipa’ e outro de mudanças), seis carros de som e uma picape”, detalhou o petebista, acrescentando que todos os veículos estão em seu nome.

De acordo com ele, os veículos são utilizados para diversas finalidades, como transporte da população para hospitais, cultos, bingos, entre outros. Alguns, como no caso do trio elétrico e dos carros de som, são utilizados para festividades, a exemplo das vaquejadas. Outros ainda transportam médicos para fazer o atendimento em bairros da cidade. Com relação à ausência das placas nas notas fiscais, o parlamentar disse que a Câmara dos Deputados não exige a identificação dos veículos. “Isso não é assistencialismo, não. Faço esse tipo de atendimento há seis anos”, disse. Sobre a locação de veículos, ele destacou que mantém um carro à sua disposição em Brasília e outro em Petrolina. “No período em que eu estava afastado, fui algumas vezes à capital federal e precisei utilizar o veículo”.

O deputado Zeca Cavalcanti, segundo o portal da transparência da Câmara dos Deputados, já gastou entre os meses de fevereiro e julho deste ano, a quantia de R$ 195,8 mil, sendo somente no mês de maio o valor de R$ 60.998,03.
Outro dado interessante é que um dos beneficiários com a cota para exercício da atividade parlamentar é Nerivaldo Marques Cavalcanti, que vem a ser o sogro do deputado federal Zeca Cavalcanti. Nerivaldo recebe mensalmente, segundo comprovantes de recibos, a bagatela de R$ 3.500,00 pelo aluguel de um primeiro andar que serve como escritório político, em Arcoverde, localizado na Praça da Bandeira.


Denunciada pelo MPF, FaexPE não comparece a reunião em Sertânia

A alunos da Faculdade Extensivas em Pernambuco que fazem desde 2013 os cursos de Biologia, Pedagogia, Administração e mais recentemente Educação Física, estão preocupados com a situação da entidade que é acusada de ofertar cursos sem credenciamento, autorização e reconhecimento do ministério.

Estava marcada para esta terça-feira,dia 28 de julho, uma  reunião com os responsáveis pela faculdade e o setor jurídico e os estudantes da entidade de Sertânia, porém o encontro não ocorreu, sendo remarcada para o dia 1º de agosto, próximo sábado.


Ângelo Ferreira prestigia Exposição de Sertânia

20150727113351O deputado estadual Ângelo Ferreira visitou no último sábado (25) o Parque de Exposição Professor Renato Morais onde aconteceu a 43ª Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia e a 3ª Expo Sertânia, acompanhado de vereadores e correligionários o parlamentar conversou com expositores e criadores.

Em seguida Ângelo concedeu entrevista a Rádio Sertânia FM onde destacou o início de todo um trabalho de resgate da exposição quando ainda era prefeito do município e a continuidade do apoio quando secretário de agricultura do estado.

Vale salientar que em 2012, durante o governo da prefeita Cleide esposa do deputado, a Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia – Expocose foi nacional da raça Anglo-Nubiana.


TRE-PE pode abrir concurso em 2016, diz novo presidente do Tribunal

Novo presidente do TRE-PE, Antônio Carlos Alves da Silva, ao lado do governador Paulo Câmara / Foto: Deyvison Nunes/JC Imagem

Ao tomar posse como presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), nesta quinta-feira (23), o desembargador Antônio Carlos Alves da Silva adiantou que a Corte Eleitoral pode abrir um concurso em 2016. O magistrado não adiantou a quantidade de vagas e para quais cargos seria feito o certame.

“Eu estou vendo isso com a minha assessoria. Possivelmente nós iremos abrir concurso no TRE no ano que vem”, afirmou o desembargador.

O novo presidente do TRE também disse que espera que os candidatos nas eleições do próximo ano serão mais comedidos nos gastos, em função da crise econômica e obedecerão às orientações da Justiça Eleitoral.

“Acho que os doadores não terão a liberdade que tiveram anteriormente. Já que estão sendo apurados os fatos, as doações irregulares, e tem gente sendo punida, quem for doar vai ter a cautela de fazer a doação legal dentro do que manda o Tribunal Eleitoral”, declarou.

O desembargador também disse que apesar do cenário acirrado das disputar municipais, acredita que o Tribunal não precisará tomar medidas mais duras e prometeu procurar os candidatos para fazer com que as eleições ocorram facilmente.

A solenidade ocorreu na sede do TRE, nas Graças, e contou com a presença do governador Paulo Câmara, (PSB), do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e do governador em exercício da Paraíba, o desembargador Marcos Antônio de Albuquerque.

O deputado estadual Tony Gel (PMDB) representou à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e o desembargador Frederico Neves, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE)


Programação de shows começa hoje na Exposertânia

A Prefeitura de Sertânia realiza até domingo 26 deste mês, no Parque de Exposição Professor Renato Moraes, a III Exposertânia – 43a Exposição Nordestina Especializada em Caprinos e Ovinos.

As atrações de hoje dia 24 serão Edy e Natan, Mário e Júnior, Gabriel Diniz e Pedrinho Pegação. Para amanhã dia 25 estão programados Chico Arruda, Osmídio Neto, Amigos Sertanejos e Cavaleiros do Forró.

E no domingo, dia 26, fechando a programação se apresentam Forró Patchoulli, Harry Estigado, Brasas do Forró e a cantora Paula Fernandes.

Confira a programação completa:
Sexta-feira (24/07/2015) – A partir das 20h
- Edy e Natan
- Gabriel Diniz
- Mário e Júnior
- Pedrinho Pegação

Sábado (25/07/2015) – A partir das 20h
- Chico Arruda
- Osmídio Neto
- Amigos Sertanejos
- Cavaleiros do Forró

Domingo (26/07/2015) – A partir das 19h
- Forró Patchoulli
- Brasas do Forró
- Paula Fernandes
- Harry Estigado


Humberto participa de reunião do Cimpajeú em Sertânia

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, cumpre nova maratona de atividades nos municípios do Agreste e do Sertão até domingo (26). Nesta sexta, Humberto estará no município Sertânia, onde participa da reunião do Consócio de prefeitos do Pajeú, que vai reunir 21 gestores da região. O encontro acontece a partir das 16h no Parque de Exposição Professor Renato Moraes. Na ocasião, Humberto debaterá com os prefeitos a Reforma Política em curso no Congresso. Também no município, o líder do PT acompanha as festividades da ExpoSertânia.

O senador ainda vai visitar o canteiro da maior obra hídrica do Brasil, a transposição do Rio São Francisco. Humberto, que é relator da Comissão Externa que fiscaliza o projeto no Senado, disse que o acompanhamento periódico da área é fundamental. “Essa é uma obra importantíssima para o Nordeste. Por isso, precisamos seguir de perto e cobrar a sua rápida conclusão”, afirmou o parlamentar.

No sábado, o senador visita Exu e Bodocó, onde tem agenda com representantes do Sindicato de Trabalhadores Rurais (STR) e entrega de equipamentos agrícolas junto com o presidente da Codevaf, João Bosco. No domingo, Humberto participa da missa do Vaqueiro, em Serrita.

Com informações: Nill Junior


Eleições de 2016: Garanhuns e Arcoverde podem reproduzir rivalidade vista em 2014

Por Carolina Albuquerque, do Jornal do Commercio

Dois redutos do PTB, Garanhuns e Arcoverde são exemplos de conjunturas políticas que levaram uma chacoalhada após as eleições de 2014, quando o PTB e o PSB caminharam separados.

O rompimento entre petebistas e socialistas na corrida para governador provocou baixas na base governista do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), “fiel escudeiro” do ministro Armando Monteiro (PTB). Efeito ainda mais incisivo ocorreu em Arcoverde, quando a prefeita Madalena Britto, então no PTB, apoiou Paulo Câmara (PSB) em vez de Armando. Assim, para 2016, um novo xadrez político se desenha.

Em Garanhuns, o prefeito Izaías Régis ainda não tem um adversário natural e de peso para as próximas eleições. Dois dos seus opositores de 2012, para se ter ideia, não representam mais uma ameaça. Comenta-se nos bastidores que o ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz (PHS), que tentou duas vezes ser prefeito de Garanhuns, não tem mais interesse no cargo.

Pesa contra ele o fato de suas contas, na época de prefeito de Caetés, terem sido rejeitadas pelo Tribunal de Contas (TCE). O seu apoio, cobiçado, ainda não está definido. Outro nome eliminado foi o do ex-prefeito Silvino Andrade Duarte (PSDB), que a poucos dias do fim da campanha, desistiu da candidatura e apoio Izaías.

Ainda sem uma oposição forte, o assunto que tem dominado a política local é o rompimento do prefeito com a vice, Rosa Quidute (PT). Nomes já estão sendo ventilados para ocupar o lugar dela em 2016.

De olho nesse vácuo oposicionista, o vereador Sivaldo Albino (PPS) tenta se cacifar para o pleito majoritário. Para isso, precisará construir um palanque forte. O apoio de Zé da Luz e do PSB são importantes, seja para governo seja para oposição. Há dúvidas, contudo, se a legenda socialista vai apresentar um nome para a eleição. Em 2012, a tentativa de emplacar Antônio João Dourado, ex-prefeito de Lajedo, foi frustrada.

Em Arcoverde, a situação já está clara. De olho na reeleição, Madalena Britto, desfiliada do PTB, é cortejada pelo PSB. No palanque oposto, estará o candidato dos seus ex-aliados: deputado federal Zeca Cavalcanti e deputado estadual Julio Cavalcanti, ambos do PTB. “Vamos ter candidato”, garantiu Julio. Caso nenhum dos dois se arvore em assumir a missão (Zeca já foi prefeito), duas opções são consideradas: a esposa de Zeca, Nerianny, ou o vereador oposicionista Luciano Pacheco.


Para visitante ver: Prefeitura faz operação tapa-buracos na véspera da Exposição

A prefeitura de Sertânia deixou para a semana da Exposição, tapar parte dos buracos espalhados pela ruas da cidade.

A ação, segundo o blog Tribuna do Moxotó, parece desdenhar da população sertaniense que paga seus impostos, e sofre durante todo o ano com a buraqueira. Porém, ação está sendo feita apenas nas ruas que dão acesso ao parque de Exposição da cidade.


Caixa começa a pagar PIS para os nascidos em julho

A Caixa Econômica Federal começou a pagar nesta quarta-feira (22) o abono salarial do Programa Integração Social (PIS) para os beneficiários nascidos em julho e que não são correntistas do banco. O benefício é pago a quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais no ano passado com carteira assinada ou exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração.

Para o trabalhador que não é correntista da Caixa, o saque pode ser feito nas casas lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, utilizando o Cartão do Cidadão. O dinheiro pode ser retirado também nas Agências da Caixa, apresentando o número do PIS e um documento de identificação. Para quem é correntista do banco, o benefício é depositado direto na conta.

O calendário de pagamento do PIS/Pasep deste ano vai até março de 2016. De acordo com a tabela publicada no Diário Oficial da União no início do mês, quem tiver nascido entre os meses de julho e dezembro receberá o benefício neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho receberão no primeiro trimestre do ano que vem.

A extensão no calendário foi aprovada no dia 6 de julho pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalho (Codefat). A mudança fará o governo economizar R$ 9 bilhões neste ano.

O FAT tem previsão orçamentária de R$ 17,1 bilhões a serem desembolsados para pagamento do abono salarial de 23,4 milhões de trabalhadores. Outros R$ 34,8 bilhões serão usados para pagamento do seguro-desemprego a 7,9 milhões de trabalhadores. Estima-se que serão pagos quase R$ 52 bilhões com os benefícios.


Quinze mil alunos são vítimas de faculdade que não é credenciada pelo MEC Denúncia de professora descortinou escândalo regional

Prestes a iniciar a construção da casa onde ia morar com o filho e a mulher, o vendedor Luciano Lira, 33, recebeu um panfleto informando que a Faculdade Extensiva de Pernambuco (Faexpe) estava com cursos superiores abertos. O baixo valor da mensalidade – R$ 149 – atraiu o morador de Cabrobó, no Sertão. Um ano depois de começar a frequentar aulas de segurança do trabalho, Luciano descobriu que a Faexpe não tem cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e é investigada por suspeita de fraude.

A entidade é acusada de ofertar cursos de extensão, graduação e pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado, sem credenciamento, autorização e reconhecimento do ministério. As investigações foram acompanhadas, com exclusividade, por dois meses, pela TV Clube/Record.Em 14 de julho, o Ministério Público Federal em Serra Talhada obteve decisão liminar, na 38ª Vara da Justiça Federal, determinando suspensão de atividades em 25 cidades do estado, interrupção de matrículas, indisponibilidade de bens dos proprietários no valor de R$ 400 mil, proibição de convênios com instituições credenciadas pelo MEC, e paralisação de anúncios publicitários. A decisão foi expedida pelo juíz Bernardo Monteiro Ferraz, que fixou multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

Sediada em Caruaru, a Faexpe atua em 43 municípios do interior de Pernambuco, além de outros 11 estados do Norte-Nordeste, segundo o MPF. O Ministério Público afirma que a instituição tem 15 mil alunos. A Faexpe diz ter oito mil matriculados.

Denúncia e ameaças
A suspeita de fraude foi denunciada pela pedagoga Maria Lúcia Carvalho, 59. Ela foi professora da Faexpe por um ano e três meses, até descobrir que disciplinas de cursos superiores tinham carga horário muito inferior à exigida pelo MEC. Segundo ela, uma matéria como sociologia – que requer 60 horas/aula – era dada em 12 horas/aula. “Questionei a coordenação e fui demitida no mesmo dia”, disse a professora, que procurou o MPF após a dispensa.

“Por causa da denúncia, comecei a ser ameaçada por gestores da faculdade. Tive que deixar minha casa, meus bens e mudar de município. Estou vivendo anonimamente e acuada”, contou. O procurador da República Manoel Antônio Gonçalves da Silva, do MPF, fez a investigação.

“Além de não cumprir a carga horária, a faculdade usava prédios provisórios, como escolas públicas, para aulas. Muitas pessoas que dependem do Bolsa Família foram enganadas e usavam o dinheiro para a mensalidade”, denunciou o presidente da Associação de Universitários de Ibimirim, Alysson Bezerra. “Passei um ano pagando R$ 149 (R$ 1.788 ao todo), mas tranquei a matrícula quando soube das suspeitas. Esse valor faz muita falta. Poderia ter dado continuidade à construção da minha casa”, lamentou Luciano Lira.

TV Clube percorreu 600 km

Durante dois meses, o repórter Jairo Bastos, da TV Clube/Record, acompanhou de perto das investigações sobre as irregularidades da Faculdade Extensiva do Pernambuco (Faexpe). A equipe percorreu cerca de 600 km entre o Recife, Caruaru, Ibimirim e Tacaratu, no Agreste e no Sertão de Pernambuco.

Mais de 20 entrevistas foram realizadas para concluir a reportagem investigativa que foi ao ar durante 2 minutos no Jornal da Record ontem. Uma versão estendida da matéria, com 5 minutos, será veiculada hoje nos telejornais locais da TV Clube.

A denúncia sobre a possível fraude chegou à redação por meio de uma fonte. “Durante todo o processo de apuração, contamos com muitas fontes. Ouvimos pessoas que trabalharam para a faculdade, alunos, ex-alunos  e o Ministério Público Federal”, pontuou Jairo. Além da apuração em campo, o repórter destaca que boa parte do trabalho foi feita na redação. “Foram muitas ligações e colaborações de fontes por redes sociais, especialmente pelo Whatsapp”, contou.

A matéria foi realizada por uma equipe de cinco profissionais de São Paulo e do Recife. “O que mais chamava a atenção era o fato de a faculdade atrair pessoas de baixa renda de municípios sem instituições de ensino superior. Alguns estudantes usavam o auxílio do Bolsa Família para quitar as mensalidades”, destacou.

Instituições terceirzavam cursos

Três instituições reconhecidas pelo MEC – a Fundação de Ensino Superior de Olinda (Funeso), a Faculdade Centro Oeste do Paraná (FAI/PR) e a Faculdade Paranapanema – ambas sediadas no Paraná -, também são investigadas por participação na terceirização da atividade de ensino. As faculdades não estavam autorizadas a oferecer cursos por meio da Faexpe, de acordo com o MPF.

Por causa das irregularidades, o MPF pediu à Justiça que a Faexpe e as outras instituições sejam condenadas ao ressarcimento de todos os valores pagos pelos alunos.

O Diario tentou contato nos telefones divulgados pela Faexpe, mas uma mensagem informava que os números não existiam. Em entrevista à TV Clube/Record, o advogado da empresa, Emerson Eric, afirmou que a Faexpe apenas terceirizava cursos de faculdades autorizadas pelo MEC. “A Faexpe entra como empresa terceirizada para comercialização, cobrança e marketing”, disse. A Funeso informou que não foi notificada oficialmente pelo MPF sobre a investigação.

“Só posso dizer que nosso setor jurídico já foi acionado e que temos 44 anos de trabalho sério na cidade de Olinda”, afirmou o diretor geral da Funeso, Célio Costa. As faculdades paranaenses negaram parcerias com a Faexpe. O Diario procurou o Ministério da Educação, que não respondeu.


I Seminário de Boas Práticas do Pacto pela Educação fortalece troca de experiências entre gestores

O I Seminário de Boas Práticas do Pacto Pela Educação de Pernambuco teve início, nesta quarta-feira (22), na Escola Técnica Estadual Alcides do Nascimento Lins, em Camaragibe, e acontece até a quinta-feira (23). O evento, idealizado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), tem como objetivo integrar os gestores de escolas e as equipes técnicas das Gerências Regionais de Educação, além de propiciar a troca de experiências entre os diretores. A primeira edição do Seminário reúne os profissionais das GREs Metropolitana Norte e Metropolitana Sul e conta com mais de 600 participantes de 200 escolas.

Nascido da demanda dos próprios diretores das duas GREs participantes, o seminário servirá de piloto para a expansão da iniciativa para todas as Gerências do Estado. Oficinas temáticas serão oferecidas aos participantes, assim como palestras sobre temas ligados ao Pacto Pela Educação. Já a troca de experiências sobre Gestão Educacional acontece através da apresentação oral de 36 trabalhos e a exposição de 104 banners, todos realizados por diretores das escolas, durante os dois dias do evento.

O secretário de Educação, Fred Amâncio, o secretário executivo de Gestão por Resultados da Secretaria de Planejamento, Nelson Menezes, e a gerente geral de Gestão por Resultados, Norma Guimarães, participaram da solenidade de abertura, que contou com uma série de apresentações culturais. Fred Amâncio traçou um panorama geral da situação da educação no Estado, enquanto Nelson explanou sobre o Modelo de Gestão Todos por Pernambuco. Já Norma detalhou o processo de gestão por resultados na Educação.

Todos destacaram a questão da troca de experiências como a principal contribuição do seminário. “A Secretaria de Planejamento apresentou a ideia, que é simples e muito boa. Viajamos o mundo atrás de boas práticas para adaptá-las às especificidades de Pernambuco e as escolas podem fazer o mesmo com unidades vizinhas. A integração entre as GREs é muito benéfica para a educação do nosso Estado”, afirmou Fred Amâncio.

Nelson Menezes ressaltou o caráter de inovação da iniciativa. “Este seminário é uma grande oportunidade para bons exemplos se multiplicarem pelo Estado. Em um momento de crise, esta é uma iniciativa muito positiva, pois a criatividade e a inovação devem prevalecer. O lema do Governo do Estado é Juntos Fazemos Mais, e este Seminário faz exatamente isso”, afirmou.

Sinésio Monteiro e José Amaro da Silva, gestores das GREs, Norte e Sul, respectivamente, falaram sobre a importância do seminário. “Este evento nasceu da necessidade de tornar públicas as experiências positivas realizadas nas escolas. Mostrar o que fizemos e ver o que os outros fizeram e, com essa troca, pensar estrategicamente o futuro da educação em Pernambuco a partir das escolas”, disse Sinésio.

O professor Amaro destacou o apoio dado pela Secretaria de Planejamento.  “Acredito que o seminário vai propiciar a socialização das boas práticas que os diretores têm no seu dia a dia, além de valorizar o trabalho destes profissionais. Gostaria de lembrar também da importância do apoio oferecido pelos gestores governamentais da Seplag, que nos ajudam a enfrentar as dificuldades e ainda conseguiram organizar um evento como este”, afirmou José Amaro.

Hugo Medeiros e Karine Correia, gestores governamentais que trabalham diretamente com o Pacto Pela Educação, identificaram a demanda junto aos diretores das duas GREs e sugeriram a criação do seminário. “Era uma necessidade nossa, ficar antenado com o que acontecia nas outras escolas”, disse o diretor da Escola de Referência Desembargador Reinaldo Fonseca, em Olinda, Francisco Antônio Junior. Ele apresentou banner sobre um programa de alunos monitores criado na escola que dirige.

As oficinas, palestras e apresentação de trabalhos foram organizadas de acordo com  sete eixos temáticos. São eles: Rendimento Discente e Evasão Escolar; Gestão Pedagógica e Formação Docente; Qualidade do Ensino e Gestão da Sala de Aula; Disciplina e Interação Escola-Aluno; Atividades Discentes Extraescolares; Participação e Integração Familiar; Cultura de Paz e Relação com a Comunidade.


População de Sertânia sofre com esgotos estourados

20150722112539Chegando mais próximo da ExpoSertânia, a Prefeitura de Sertânia inicia um trabalho de tapa buraco no centro da cidade para encobrir a situação precária que encontram-se as ruas da cidade há mais de dois anos.

20150722112539 (1)
Mesmo com esse trabalho de maquiagem as vésperas da festa mais tradicional do município, as ruas mais afastadas do centro ainda sofrem com a falta de atenção da Administração Municipal, como podemos ver nas imagens que recebemos de uma moradora do bairro Francisco Dias Araújo (Mario Melo Nova) que mostram esgotos estourados, lavando a Rua Vicente Sabino, nas proximidades de uma Unidade Básica de Saúde da Família – UBSF.