Professores serão desligados das escolas de tempo integral por estímulo à greve

Quinze professores de escolas em tempo integral do estado serão desligados de suas atividades por estimular o movimento paredista da categoria, em greve desde a última segunda (13), e incentivar o alunado a participar das manifestações. Outros profissionais temporários também poderão ter os contratos rescindidos se aderirem à mobilização. As medidas foram anunciadas, sem alarde, na última terça-feira (14), em uma portaria conjunta da Secretaria de Administração e de Educação de Pernambuco, mas somente nesta sexta a lista dos desligamentos foi divulgada. Ainda hoje, o Governo de Pernambuco divulgou nota oficial reafirmando a predisposição em negociar com a classe.

De acordo com a Secretaria de Educação, os profissionais vão perder as gratificações pelo cargo nas unidades de referência e serão encaminhados à Gerência Regional de Educação para ficar à disposição até serem relocados. “Não haverá demissões”, informou através de assessoria de imprensa. A portaria ainda prevê apuração rigorosa do controle de frequência dos professores para que haja corte no salário pelos dias não trabalhados por motivo de greve.

Também nesta sexta, em assembleia, os professores decidiram manter a paralisação por tempo indeterminado para exigir melhorias salariais. Após a deliberação, foi feita uma passeata até a Vice-Governadoria, no bairro de Santo Amaro, Recife. Uma comissão com oito docentes conversou com o vice-governador Raul Henry, que se comprometeu a discutir com o governador Paulo Câmara o pedido da categoria. Uma nova assembleia foi marcada para o próximo dia 27.

A principal reivindicação da categoria é a extensão do reajuste salarial de 13,01% a todos os docentes, não apenas aos profissionais com nível médio, como prevê o projeto de lei 79/2015 aprovado no último dia 31 na Assembleia Legislativa.

Confira o documento na íntegra

Nota divulgada pelo Governo de Pernambuco nesta sexta

O Governo de Pernambuco lamenta que, mesmo com a decisão da Justiça sobre a ilegalidade da greve e a decisão para o seu encerramento, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) tenha decidido pela continuidade da paralisação. A manutenção do movimento prejudica os estudantes da Rede Estadual e suas famílias. Ainda assim, o Governo reafirma a disposição de reabrir o diálogo com a categoria, desde que os professores retomem as atividades normais nas escolas.

Sobre o balanço das escolas da Rede Estadual nesta sexta-feira (17), 52% (541) das escolas tiveram funcionamento normal; 39% (410) aderiram parcialmente e 9% (94) aderiram totalmente à greve. Portanto, houve uma redução no número de escolas totalmente sem aulas. Neste contexto, 91% das escolas estão em atividade. Assim, considerando o funcionamento da maior parte das escolas da Rede, a Secretaria de Educação do Estado reforça a solicitação de que os pais e responsáveis encaminhem os estudantes para as escolas a fim de voltarem à normalidade das aulas.

Nota divulgada no dia 13 de abril sobre a Portaria Conjunta SAD/SE nº 28/2015

O Governo de Pernambuco reafirma a educação como prioridade. Tem como objetivo elevar ainda mais o nível de escolaridade e a qualidade da aprendizagem dos estudantes, bem como manter o compromisso com a valorização dos profissionais de educação.

O Governo também manifesta intenção de continuar negociando e recorre ao bom senso da parcela dos professores que estão em greve para retomem as suas atividades nas escolas, e que o Sindicato dos Profissionais em Educação de Pernambuco (Sintepe) interrompa a paralisação. Pois, a retomada da negociação só será realizada caso haja a suspensão da greve e consequente retorno ao trabalho.

Interromper as atividades escolares é uma medida que traz prejuízos principalmente para os alunos, familiares e aos próprios profissionais.

O Governo de Pernambuco também informa sobre publicação de portaria, nesta terça-feira (14), no Diário Oficial do Estado, sobre os procedimentos em relação à greve dos profissionais da educação do Estado.

A portaria determina a apuração da frequência dos servidores que não comparecerem nas unidades de trabalho da Secretaria de Educação, por motivo de greve, terão o desconto dessas faltas na sua remuneração; os servidores contratados temporariamente que aderirem à paralisação poderão ter os seus contratos de trabalho rescindidos; os servidores lotados nas escolas de referência que aderirem à paralisação poderão ser removidos para posterior localização em outra unidade de trabalho, sendo aberto processo para a substituição destes.

Do Diário de Pernambuco


Para descontrair: Dilma e Lula trocam tweets imaginários em inauguração de cervejaria

tweet-#006


ESTIVEMOS FORA DO AR POR PROBLEMAS TÉCNICOS, PEDIMOS DESCULPAS AOS NOSSOS LEITORES.


Governo de PE pede ilegalidade da greve dos professores

A Procuradoria-Geral do Estado protocolou, na tarde desta terça (14), pedido de ilegalidade da greve dos professores da rede estadual no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Os docentes estão de braços cruzados desde a última sexta e reivindicam aumento de 13,01% para toda a categoria, formada por quase 50 mil profissionais. A proposta do governo estadual é aumentar o salário dos docentes com ensino médio (antigo magistério), o que corresponde a 10% da categoria.

Segundo a assessoria de imprensa do TJPE, o pedido de ilegalidade será analisado pelo desembargador Jovaldo Nunes, que deve pronunciar nesta quarta-feira da decisão. Em nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que 51% das escolas foram afetadas com a paralisação nesta terça. De acordo com levantamento da pasta, “31% (319 unidades) paralisaram parcialmente e 21% (220 escolas) aderiram totalmente à paralisação”. Já 48% (506 escolas) não paralisaram as atividades. Os números são referentes às aulas do turno da manhã.

Ontem (14), o governo estadual publicou portaria no Diário Oficial determinando o corte do ponto dos professores que aderirem à greve. A medida inclui, ainda, a possibilidade de rescisão dos contratos dos servidores contratados temporariamente; e a chance de troca de localização dos servidores lotados nas escolas de referência.

Mesmo com a publicação das determinações, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), Fernando Melo, afirmou que a greve está mantida. Os docentes só devem avaliar a situação da greve em assembleia, na próxima sexta-feira, no Centro de Convenções. Nesta quarta, a categoria planeja fazer uma passeata na capital.

De acordo com o governo do estado, o aumento não foi dado a todos os professores porque Pernambuco já pagava o piso superior ao valor estipulado pelo governo federal. Aqueles que recebiam abaixo do piso, que eram 4.060 professores,  foram contemplados com o projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa, que concedeu o aumento de 13,01%.

DO G1 PE


Pernambuco tem 83 municípios com risco de surto e 26 com epidemia de dengue

De acordo com o segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), 83 municípios pernambucanos estão em situação de risco de surto de dengue. Desses, 26 estão em situação de epidemia – 24 por conta da alta incidência da doença, além do Recife, por causa do alto número de notificações. Outras 74 localidades estão em alerta, 25 obtiveram dados satisfatórios e três não informaram.

Até 4 de abril, foram registrados 18.431 casos (2.987 confirmados) em 165 municípios. Isso representa um aumento de 423,91% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram notificadas 3.518 ocorrências, com 1.247 confirmadas. Os municípios com o maior número de casos absolutos são Recife (4.978), Jaboatão dos Guararapes (880), Camaragibe (829) e Goiana, totalizando 7.337, o equivalente 39,81% do total de notificações em todo o Estado.

Já as notificações de dengue grave chegaram a 24, com 15 confirmações. No mesmo período de 2014, foram 19. Onze óbitos suspeitos foram notificados e seguem em investigação, ante 22 notificações e 18 confirmações, no mesmo período do ano passado.

“A população precisa fazer a sua parte, não deixando recipientes com água destampados ou descobertos”, frisou a coordenadora do Programa de Controle da Dengue da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Claudenice Pontes, reforçando a necessidade de os municípios intensificarem as ações de campo para combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Dados

Segundo a SES, que divulgou os dados nesta segunda-feira (13), os municípios epidêmicos em Pernambuco, além da Capital e de Fernando de Noronha, são Itapetim, Venturosa, São José do Egito, Pedra, Sanharó, Goiana, Condado, Iguaraci, Surubim, Itaquitinga, São Bento do Una, Belo Jardim, Calumbi, Betânia, Toritama, Buenos Aires, Iati, Lagoa do Carro, Limoeiro, Manari, Vertentes, Santa Cruz do Capibaribe, Vitória de Santo Antão e Ingazeira.

Já os municípios com maior grau de incidência (número de casos por 100 mil habitantes), de 8 de fevereiro a 4 de abril, foram São José do Egito (1.148,01), Pedra (1.078,25), Itapetim (952,72), Venturosa (798,14), Sanharó (769,67), Goiana (734,48), Condado (725,66), Fernando de Noronha (693,48), Iguaraci (693,24), Surubim (676,48), Itaquitinga (586,97), São Bento do Una (515,37), Belo Jardim (488,12), Calumbi (469,65), Betânia (464,48), Toritama (460,58), Buenos Aires (454,76), Iati (395,53), Lagoa do Carro (394,27), Limoeiro (386,96), Manari (381,72), Vertentes (370,18), Santa Cruz do Capibaribe (325,50), Vitória de Santo Antão (337,36) e Ingazeira (328,73).


Paulo Câmara não vai desequilibrar as finanças do Estado por nada

Roberto-Pereira-SEI-850x566

O governador Paulo Câmara, mesmo pressionado até pelo Poder Judiciário do Estado, já avisou a aliados que não vai desequilibrar as finanças do Estado por nada, absolutamente nada. Por esta linha de raciocínio, não vai ajudar muito o TJPE mandar os servidores irem protestar na porta da sede do governo do Estado.

A conversa com o TJPE, aliás, manteve a coerência, seguindo o mesmo discurso de que vai aguardar os números do quadrimestre. Todos sabem que o ano será de aperto e o governo socialista tem a seu lado a Lei de Respondabilidade Fiscal (LRF), que impede manobras populistas.

Como não havia LRF, quando Joaquim Francisco sentava na mesma cadeira de Paulo Câmara, antes de deixar o cargo, concedeu aumentos para os servidores, que acabaram estourando nas costas do governo Miguel Arraes. Os socialistas, que se recusavam a admitir uma agenda modenizadora, com privatizações de estatais ineficientes, preferiram acusar FHC de cerco ao Estado de Pernambuco.

Voltando aos dias de hoje: Paulo Câmara também tem sido municiado do quadro nacional pela Sefaz e as notícias que chegam dos demais estados são péssimas.

Na reunião do Confaz, por exemplo, a unanimidade dos estados disse que não tem espaço para reajuste salarial.

Do blog do Jamildo


Jogo Duro: Professores terão dias de greve descontados da remuneração

Os professores da rede estadual de ensino que aderiram a greve terão os dias de paralisação descontados da remuneração. A informação foi divulgada por meio de nota, na noite desta segunda-feira (13), pelo governo do Estado.

Ainda de acordo com nota, a retomada da negociação só será realizada caso haja a suspensão da greve e, consequentemente, retorno da categoria ao trabalho.

Os servidores contratados temporariamente que aderirem à paralisação poderão ter os seus contratos de trabalho rescindidos, já os servidores lotados nas escolas de referência que aderirem à paralisação poderão ser removidos para posterior localização em outra unidade de trabalho, sendo aberto processo para a substituição dos seus cargos.

Nesta terça-feira (14), uma portaria será publicada no Diário Oficial do Estado, sobre os procedimentos em relação à greve dos profissionais da educação. A portaria vai determinar a apuração da frequência dos servidores que não comparecerem nas unidades de trabalho da Secretaria de Educação.

O Sindicato dos Profissionais em Educação de Pernambuco (Sintepe) decretou greve, por tempo indeterminado, na última sexta-feira (10). Decisão foi tomada em assembleia por 1.500 professores na quadra de esportes do Clube Português, na área central do Recife.

A principal reivindicação dos profissionais é o pagamento do reajuste de 13,01% do piso salarial do magistério para todos os docentes e não apenas para aqueles que tem magistério, como foi aprovado pelo Legislativo.

Primeiro dia

De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Educação nas escolas da Rede Estadual de Ensino,referente ao primeiro dia de greve dos professores nesta segunda-feira (13),  55% das escolas (574 unidades) não paralisaram suas atividades, 23% pararam parcialmente (239 escolas) e 22% paralisaram totalmente (232 escolas). O levantamento é referente às aulas do turno da manhã.

Devido à confirmação da adesão à greve de apenas algumas escolas, a Secretaria de Educação reforça a solicitação para que os pais ou os responsáveis entrem em contato com as unidades de ensino para saber se a escola está com as atividades normalizadas e, em caso positivo, encaminhem os estudantes para as escolas.


Secretaria de Educação abre inscrições para contratação temporária de professores

Vai até o dia 20 deste mês o prazo para professores das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática se inscreverem no processo seletivo de contratação temporária, promovido pela Secretaria Estadual de Educação. No total são oferecidas 638 vagas distribuídas por todo Estado, sendo 315 para professor de Língua Portuguesa e 323 vagas para professor de Matemática. Os selecionados atuarão em atividades de fortalecimento das aprendizagens no Ensino Médio e no Ensino Fundamental anos finais.

As inscrições para o Processo Seletivo Simplificado são gratuitas e realizadas, exclusivamente, pelo site: www.educacao.pe.gov.br. No ato da inscrição, o candidato deverá digitalizar e anexar ao respectivo formulário previsto no Anexo V do Edital, os documentos comprobatórios e enviar via internet.

Os critérios de avaliação serão divididos em duas etapas, sendo a primeira Análise da Experiência Profissional e de Títulos, e a segunda, Avaliação Pedagógica. Esta apenas para os classificados na primeira etapa.

A Seleção Pública Simplificada será válida por 12 (doze) meses, prorrogável por igual período, a partir da data de homologação do seu resultado final. Já a contratação temporária terá validade de até 06 (seis) meses, prorrogável por igual período, observado os termos da Lei Estadual N° 14.547, de 21 de dezembro de 2011.

Do total de vagas ofertadas por função, 3% ou, no mínimo, uma vaga será reservada para pessoas com deficiência. Os candidatos que desejarem concorrer às vagas reservadas para pessoas com deficiência deverão, no ato da inscrição, declarar essa condição e especificar sua deficiência.

O resultado final do Processo Seletivo Simplificado estará à disposição dos candidatos para consulta no endereço eletrônico: www.educacao.pe.gov.br, e será homologado através de Portaria Conjunta SAD/SE, publicada em Diário Oficial do Estado (DOE).

Acesse aqui o Edital com o regulamento completo do certame.


Esgotos estourados se espalham pelas ruas de Sertânia

Moradores de várias ruas de Sertânia estão reclamando dos transtornos decorrentes de esgotos estourados.

Na Rua Heleno Martins Barbosa, a população vem sofrendo com a situação e a prefeitura do município não toma qualquer providência para solucionar o problema. “Os dejetos se misturam com água suja e escorrem a céu aberto causando uma fedentina terrível”, desabafa um morador do local.

Esgoto estourado na Rua Heleno Martins Barbosa

Esgoto estourado causa transtornos a população

 

Outro esgoto estourado esta causando muitos transtornos na Rua Demerval Honório e nas proximidades. “Passo aqui para levar meu filho para a creche e o mau cheiro é insuportável. Este esgoto está assim há muito tempo. Fico incomodada só em passar por aqui. Imagina quem mora nas redondezas?”, reclama uma moradora da Vila da COHAB que transita frequentemente pelo local.

De acordo com informações repassadas ao Moxotó da Gente, o problema já foi comunicado ao órgão competente da prefeitura de Sertânia. "Este esgoto já esta estourado há 4 meses.  Fui na secretara de obras, falei com o secretário, mas nada foi feito. Nem as refeições se pode fazer tranquilamente com o desconforto causado pelo mau cheiro, sem falar nas muriçocas. Esperamos uma providência", cobra um morador da rua 04 na Cohab.

No principal  acesso ao Alto do Céu ( Rua Demerval Honório), o esgoto estourado e a proliferação de ratos e baratas leva riscos a saúde das crianças que estudam na creche que funciona no Centro Social Urbano, e dos moradores que também enfrentam o mesmo problema.

Rua Demerval Honório: proliferação de baratas e ratos leva riscos a saúde da população