Ângelo Ferreira recepciona governador em Sertânia e inaugura Contorno Rodoviário

A infraestrutura viária do Sertão do Moxotó ganhou um importante reforço hoje. O prefeito de Sertânia, o ex-deputado estadual Ângelo Ferreira, inaugurou ao lado do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o Contorno Rodoviário Governador Eduardo Campos, um sonho antigo da população sertaniense. Para a construção do acesso foram investidos um total de R$ 21,2 milhões. A nova via contempla 7,5 km de extensão. O obra foi realizada pela Secretaria Estadual de Transportes, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a nova via contou com aportes do Fundo Rodoviário de Pernambuco (Furpe).

Em seu discurso de agradecimento, o prefeito lembrou que este governante foi o que mais investiu na cidade e destacou novos investimentos da esfera Estadual em Sertânia. “Aqui, passavam mais de 200 carretas por dia e estragava pavimento, tirava a tranquilidade da população e quase não deixava recurso para o desenvolvimento de Sertânia. Além do mais, vai fazer com que a cidade cresça para o lado do contorno. Isso aconteceu em todas as cidades onde foi feito o contorno rodoviário. E aqui não é diferente. Tenho a certeza que vossa excelência, que vai fazer ainda mais por nossa região, como o recapeamento da PE-265, que vai de Cruzeiro do Nordeste a Pernambuquinho, e a 275 que vai até Brejinho e a divisa com a Paraíba. Vamos caminhar muito ainda juntos”, ressaltou.

O governador, por sua vez, falou sobre da importância da obra. “Sabemos que essa via é um sonho antigo da população de Sertânia. Havia o compromisso do ex-governador Eduardo Campos de fazer essa obra, mas, infelizmente, ele não teve tempo hábil. E nós fizemos o nosso dever de casa. Juntamos um dinheirinho e estamos aplicando naquilo que é importante para o povo. Fazer o contorno de Sertânia é uma prioridade porque tira o trânsito de dentro da cidade, garante que pessoas trafeguem com mais segurança e tranquilidade. É assim que nós queremos vamos trabalhar por um Pernambuco melhor e mais igual para todos”, ressaltou o governador.

Representando a família do ex-governador Eduardo Campos, o chefe do Gabinete de Governo, João Campos, falou de sua emoção em poder fazer parte dessa inauguração. “Fico muito feliz por estar vendo um sonho ser concretizado e se tornando uma realidade. Uma realidade que não veio por acaso. Essa realidade pode, hoje, ser comemorada porque teve a decisão política, administrativa do governador Paulo Câmara em tirar do papel essa importante obra viária e entregá-la ao povo do Sertão pernambucano. E ter essa homenagem feita a Eduardo Campos, esse pernambucano que tanto lutou pelo povo sertanejo, pelo povo do nosso Estado”, frisou.

Também estiveram presentes o secretário Nilton Mota (Casa Civil), os deputados  federais João Fernando Coutinho e Gonzaga Patriota; o deputado estadual Diogo Moraes; além de vários prefeitos da região.

ÁGUA – Paulo aproveitou sua ida à região para vistoriar as obras de implantação da Adutora do Moxotó. O governador e comitiva estiveram na Estação Elevatória da Adutora, em Arcoverde, e na Estação de Captação, Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco em Sertânia. Com 75% dos trabalhos concluídos, a previsão é de que o equipamento comece a operar no início de 2018. Quando concluída, a adutora irá abastecer cerca de 400 mil pessoas dos municípios de Arcoverde, Pedra, Venturosa, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Caetano e São Bento do Una. Para a sua construção, estão sendo investidos R$ 85,6 milhões em convênio com o Governo Federal.

O empreendimento é composto por três Estações Elevatórias de Água Bruta (EEAB) e 68 Km de adutoras, visando antecipar o início de operação da 1ª Etapa do Sistema Adutor do Agreste, com a implantação de adutora entre o Reservatório de Moxotó, construído junto ao Eixo Leste da Transposição e o Trecho 1A do Lote 02 da Adutora do Agreste em Arcoverde. Com o objetivo de antecipar o início de operação da 1ª Etapa do Sistema Adutor do Agreste, projetou-se o Sistema Adutor do Moxotó entre o Reservatório de Moxotó, construído junto ao Eixo Leste da Transposição e o Trecho 1A do Lote 02 da Adutora do Agreste em Arcoverde, antecipando assim a operação parcial da 1ª Etapa da Adutora do Agreste e beneficiando uma população de 10 municípios do Agreste e Sertão pernambucano.

Print Friendly

Um comentário

  1. Elpidio José de Santana.

    E em Sertânia nada de água, isso é uma vergonha com tanta água passando em nosso município e os moradores sofrendo com a falta d’água. em minha residencia na Travessa Presidente Vargas ficamos até 60 dias sem o precioso líquido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 
Scroll To Top