Veja atividades que avançam nesta segunda-feira (10) no Plano de Convivência com a Covid-19 em Pernambuco

A partir desta segunda-feira (10), Pernambuco avança para uma nova etapa no Plano de Convivência com a Covid-19 em diferentes macrorregiões do Estado. Na capital Recife, por exemplo, os shoppings podem abrir até às 22h, assim como os bares e restaurantes. O anúncio foi feito na semana passada após análise dos casos do coronavírus. No Agreste, está liberada a feita do Polo de Confecções. Abaixo o que reabre em cada macrorregião do Estado:

Macrorregião 1

Compreendendo o Grande Recife e a Zonas da Mata, a macrorregião 1 se encontra na etapa mais avançada do Estado, a 7. A partir desta segunda-feira, os shoppings, centros comerciais e serviços de alimentação, a exemplo de restaurantes e lanchonetes, passarão a poder funcionar até às 22h. Antes, o funcionamento estava restrito até as 20h. Além disso, os clubes esportivos poderão promover competições a partir da próxima segunda-feira também. Os torneios, no entanto, não contarão com a presença do público e toda organização dos eventos deverá respeitar o protocolo de combate ao novo coronavírus.

Igrejas e templos também vão poder aumentar a capacidade de funcionamento nesta segunda-feira. Aquelas que possuem espaço para até 999 fiéis poderão receber 30% da sua capacidade total, enquanto as instituições com área para mais de mil fiéis poderão funcionar com 20% da capacidade. Os cursos livres, que também foram autorizados, só voltam a ter atividades presenciais no dia 17 de agosto. Nessa fase, estão autorizados apenas estudantes a partir de 18 anos de idade e as instituições de ensino só poderão receber até 25% da capacidade. Não estão autorizados os cursos preparatórios para o ENEM, SSA e outros vestibulares ou disciplinas específicas. Seguem fechados os museus e cinemas, parques de diversão, zoológico e serviço público.

O que avança:

  • Ampliação do horário dos shoppings, centros comerciais e serviços de alimentação (até às 22h)
  • Competição entre clubes esportivos
  • Ampliação da capacidade de igrejas e templos

Cidades: Abreu e Lima, Araçoiaba, Fernando de Noronha, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Itapissuma, Olinda, Paulista e Recife, Camaragibe, Chã de Alegria, Chã Grande, Glória do Goitá, Pombos, São Lourenço da Mata, Vitória de Santo Antão, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes e Moreno, Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Surubim,Vertente do Lério, Buenos Aires, Carpina, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Nazaré da Mata, Paudalho, Tracunhaém, Vicência, Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu, Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Goiana, Itambé, São Vicente Férrer, Itaquitinga, Macaparana e Timbaúba.

Macrorregião 2

No Agreste do Estado, a determinação é que a macrorregião continuidade dos municípios na etapa 6 do plano. No entanto, também a partir desta segunda-feira, será liberado o funcionamento das feiras do polo de confecções do Agreste. No município de Toritama, a feira voltou a funcionar já nesse domingo (9). Por isso, a ampliação do horário de funcionamento do shoppings não acontece para essa região, bem como a abertura de museus e cinemas, parques de diversão, zoológico, ou serviço público.

O que avança:

  • Liberação das Feiras de Polo de Confecções

Cidades: Agrestina, Altinho, Caruaru, Cupira, Ibirajuba, Jurema, Panelas, Riacho das Almas e São Caitano, Barra de Guabiraba, Bezerros, Bonito, Camocim de São Félix, Gravatá, Sairé e São Joaquim do Monte, Alagoinha, Belo Jardim, Cachoeirinha, Pesqueira, Poção, Sanharó, São Bento do Una e Tacaimbó, Brejo da Madre de Deus, Frei Miguelinho, Jataúba, Santa Maria do Cambucá, Santa Cruz do Capibaribe, Taquaritinga do Norte, Toritama e Vertentes, Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Calçado, Caetés, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São João e Terezinha.

Macrorregião 3

Essa macrorregião, no Sertão – que tem Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada como principais polos – avançará para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19. Os serviços de alimentação poderão funcionar das 6h às 20h, com 50% da capacidade de clientes, assim como as academias de ginástica e polos de confecção, ambos com novos protocolos de segurança, nesta segunda. Da mesma forma, a abertura de museus e cinemas, parques de diversão, zoológico e serviço público permanece suspensa.

O que avança:

  • Serviços de alimentação
  • Academias de ginástica
  • Polos de confecção

Cidades: Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa, Inajá, Jatobá, Petrolândia, Tacaratu, Afogados da Ingazeira, Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Solidão, Santa Terezinha, São Jose do Egito, Tabira e Tuparetama, Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo.

Macrorregião 4

Na Macrorregião 4, também no Sertão, os municípios da 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Salgueiro, e da 8ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Petrolina, avançarão para a Etapa 5 do plano. Será liberado o funcionamento de escritórios com 50% da carga e concessionárias de veículos com 100% da carga, também nesta segunda.

O que avança:

  • Funcionamento de escritórios
  • Concessionárias de veículos

Cidades: Belém de São Francisco, Cedro, Mirandiba, Salgueiro, Serrita, Terra Nova, Verdejante, Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade e Morelândia.

Exceções

A situação da pandemia ainda divide o cenário na Macrorregião 4. As cidades pertencentes à 9ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Araripina, permanecerão na Etapa 4, na qual é autorizada a construção civil com 100% dos funcionários, salões de beleza, atividades esportivas, varejo de rua e comércio de veículos com 50% da capacidade. A exceção fica para Araripina e Ouricuri, onde a redução do número de casos da covid-19 ficou aquém do desejado. Desde a última sexta-feira (7), os dois municípios retrocederam à Etapa 2 do plano. Até o dia 16 de agosto, só estão autorizados a funcionar os serviços considerados essenciais, como, por exemplo, mercados, padarias e farmácias. 

Deixe uma resposta