Gonzaga Patriota afirma que se for determinação do partido pode sim disputar prefeitura de Petrolina

A assessoria de comunicação do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), divulgou através do site do parlamentar (https://gonzagapatriota.com.br/), que apesar de confirmar o apoio a pré-candidatura de Odacy Amorim (PT), Gonzaga deixou claro nesta manhã, em entrevista a Rádio Jornal Petrolina, que poderá sim disputa as próximas eleições, se esta for a determinação do seu partido.

Ele disse ter recebido a notícia com surpresa, através de alguns blogs da região, e que imediatamente ligou para o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, quando foi informando que o seu nome constava de uma pesquisa feita pelo o partido em Petrolina e caso desponte em primeiro lugar estaria disposto sim a concorrer a prefeitura mais uma vez, mas tudo teria que ser discutido com os seus familiares e companheiros pessebistas.

No entanto, Gonzaga deixou claro que por enquanto seu apoio está garantido a Odacy Amorim. “O meu apoio continua. Ontem mesmo eu falei com Odacy que hoje a gente poderia conversar novamente, mas não depende apenas do apoio de Gonzaga Patriota. Eu sou filiado ao partido (PSB) vai fazer 30 anos e a gente tem que ouvir o que o partido vai dizer. Meu apoio continua com Odacy, mas vamos ouvir e ver o que o partido vai dizer. Estamos fazendo uma pesquisa agora com alguns nomes. Estão vamos aguardar essa pesquisa sair e se meu nome estiver na frente de outros nomes colocados pelo partido, aí eu vou ter que conversar com o partido e conversar com Odacy”, afirmou Gonzaga.

“Eu entendo que uma eleição de segundo turno, então tanto faz eu apoiar Odacy diretamente como indiretamente. Por que se a gente tiver em Petrolina cinco, seis candidaturas de oposição fica mais fácil você ter um segundo turno, porque se nós tivermos apenas dois, três candidatos e o prefeito Miguel pode ganhar no primeiro turno, aí ninguém tem segundo turno. Então tanto faz eu apoiar diretamente o Odacy Amorim, como de uma forma indireta. Eu não estou dizendo que serei candidato, mas se por um acaso eu for o candidato, estarei também apoiando Odacy Amorim de uma forma indireta porque facilita ainda mais a gente ter um segundo turno e no segundo ter a junção dos pré-candidatos de oposição”, completou Gonzaga.

Deixe uma resposta