Parceria entre Prefeitura de Sertânia e Compesa levará água encanada para comunidades rurais

Moradores de quatro comunidades rurais de Sertânia, no Sertão de Pernambuco, terão água encanada nas torneiras. Uma realidade que parecia distante agora está prestes a se tornar realidade, graças a uma parceria entre a Prefeitura da cidade e a Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa. Na manhã desta quinta-feira (07) o prefeito do município, Ângelo Ferreira, recebeu a visita técnica de gestores da Companhia para visitar os locais onde essas redes de abastecimento de água serão implantadas. Participaram o engenheiro civil da Coordenação Técnica, Marcos Antônio e um dos coordenadores da Regional em Arcoverde, Pedro Leal, além do Secretário de Serviços Públicos, Renato Remígio e do secretário de Infraestrutura e Projetos Especiais, Marco Aurélio Ferreira.

A primeira comunidade a contar com água encanada e de qualidade será o sítio Pinheiro (Pinheiro de cima e de baixo), onde a obra foi iniciada em agosto de 2020 e já está próxima de ser finalizada. O ramal vai ser interligado à Adutora do Jatobá e beneficiará 100 famílias, que terão sua rotina mudada para melhor. O valor do investimento é de aproximadamente R$ 297 mil, um convênio entre a Prefeitura e a Compesa, onde cada uma entra com 50% deste valor. A expectativa é de que a obra seja concluída até o início de março de 2021.

“Vamos continuar trabalhando, incansavelmente, para que mais pessoas tenham acesso à água de qualidade no município. Nosso objetivo é promover mais qualidade de vida para os sertanienses da sede, vilas e povoados. Água é dignidade humana e é um direito de todos. Ficamos muito felizes com essa parceria com o Governo de Pernambuco, por meio da Compesa, que vai trazer mais alegria e uma vida melhor para esses moradores”, disse Ângelo Ferreira.

Para contemplar as demais comunidades, está sendo formalizado um convênio entre a Prefeitura e a Compesa, com contrapartida financeira dos dois órgãos, que visa beneficiar os moradores do sítio Fazendinha, do povoado de Maniçoba e do Assentamento Riacho Seco. As obras serão executadas uma após a outra, e assim que a do sítio Pinheiro for concluída, será iniciada na Maniçoba, onde serão instalados 6 km de extensão de rede, beneficiando 40 casas. Em seguida, será a Fazendinha, que contemplará 12 casas. Para a viabilização das obras de Fazendinha e Maniçoba serão investidos cerca de R$ 170 mil. Por último, no assentamento Riacho Seco, serão implantados 2,3 km de rede, atendendo 17 casas. O aporte para essa localidade ainda está sendo calculado.

“Está sendo formalizado um convênio entre Prefeitura de Sertânia e Compesa para executar Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) nas comunidades rurais de Maniçoba, Assentamento Riacho Seco e Sítio Fazendinha. A Compesa está entrando com a parte técnica, que é o assentamento das tubulações e a Prefeitura com o material e as escavações. O sítio Pinheiro é outro convênio que já está em andamento e perto da obra ser concluída”, disse o coordenador Técnico de Engenharia da Gerência de Negócios Regional – Moxotó, Kaio Maracajá.

Deixe uma resposta